Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta Teoria Crítica Racial. Ordenar por data Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta Teoria Crítica Racial. Ordenar por data Mostrar todas as postagens

20 de jan. de 2022

Chile e América Latina: revoluções dialéticas e Nova Ordem Mundial

Augusto Pinochet a esquerda e Salvador Allende a direita



Caldeirão Dialético


O Chile é um país que teve todos os ingredientes para um desastre, os quais foram sendo colocados no caldeirão social desde meados dos anos 60 e 70 (e além). Durante os anos 60, várias revoluções culturais ocorreram ao redor do mundo com o intuito de reverter o flagrante fracasso do Comunismo, e seu fim iminente, através daquilo que é mais notório: seu fracasso econômico, e sua gestão da população como “governo do povo” livre e justo. A percepção das duas grandes guerras e das motivações delas foram sendo deturpadas ao longo dos anos de geração a geração do pós-guerra. Aos poucos, as razões das guerras foram sendo vendidas nos mais variados sabores de engodo. Neste texto, eu quero abordar como a guerra dialética moldou a história do Chile, e como foi sendo reescrita à revelia dos bons resultados econômicos, bem como de todo o Ocidente ao longo de muitos anos, enquanto até mesmo a guerra física ocorria sob essas perspectivas dialéticas.

22 de ago. de 2022

Crimes de gangues dominam eleições suecas: crimes causados por políticas de asilo e estado de bem-estar




Euronews, 22/08/2022 



A 11 de Setembro, a Suécia vai eleger um novo parlamento e, mais uma vez, há um tema em particular que está a dominar a campanha eleitoral: o crime de gangues.

Na sexta-feira passada, um homem foi morto durante um tiroteio num centro comercial na cidade de Malmö. O suposto autor dos disparos tem apenas 15 anos e, de acordo com a polícia, pertence ao meio de gangues.

Contudo, na Suécia, este não é um caso isolado. Este ano, todas as semanas, pelo menos uma pessoa morreu vitima de tiros.

15 de set. de 2018

Marxismo cultural: como o pensamento marxista penetrou na cultura de hoje




Epoch Times, 14 de setembro de 2018 



Por Cid Lazarou



A luta de classes pode ser aplicada a qualquer coisa, dos homossexuais contra os heterossexuais, homem contra mulher, cisgênero contra não-cisgênero, transgênero contra heteronormativo, negros contra brancos, e onde quer que uma divisão possa ser estimulada

Na cultura de hoje, a esquerda moderna domina as discussões sobre os temas de direitos dos homossexuais, ambientalismo, assuntos trans, mulheres no trabalho, multiculturalismo, diversidade racial, os quadrinhos da DC e da Marvel, Hollywood, Sillicon Valley, a NFL, arte pós-moderna — a lista continua em uma amostra infinita de lugares comuns da justiça social e sinais de virtude.

19 de fev. de 2022

Finlândia pode colocar bispo luterano e membro do parlamento na prisão por citar a Bíblia

Incêndio em uma igreja na Finlândia 2016



LifeNews, 17/02/2022 



Por Fred Lucas 



Um tribunal na Finlândia ouviu os argumentos finais nesta semana na acusação de um membro do Parlamento e um bispo luterano por expressar oposição ao casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Acusados ​​sob a “lei de agitação étnica” da Finlândia estão  Päivi Räsänen, um membro do Parlamento que também é médica e ex-ministra do Interior, e o bispo luterano Juhana Pohjola. Cada um pode pegar até dois anos de prisão se for condenado.

11 de mai. de 2022

Governador DeSantis (Flórida) manda ensinar nas escolas sobre os crimes do Comunismo




FP, 11/05/2022 



Por Daniel Greenfield 



Há muitos faladores, mas o governador Ron DeSantis está dando uma aula de como realmente lutar contra a esquerda, não apenas falando sobre isso.

Não basta tentar empurrar a teoria crítica racial e a ideologia de gênero para fora das escolas. A grande questão é o que os substitui. Não basta expulsar o ruim, é preciso substituí-lo pelo bom. E você tem que lutar contra a esquerda, em vez de ficar atolado na defensiva sobre tentar manter seus tópicos e agendas fora das salas de aula.

22 de mai. de 2022

Reino Unido – vigário negro impedido de ser padre por dizer que a Grã-Bretanha não é racista

Vigário Calvin Robertson



DM, 21/05/2022 



Por Mark Hookham 



Um  vigário postulante negro foi impedido de se tornar um padre da Igreja da Inglaterra depois que um bispo branco expressou preocupações sobre sua crença de que a Grã-Bretanha não era institucionalmente racista.

Na última tempestade que atingiu a Igreja, Calvin Robinson, apresentador de TV e comentarista político, acusou figuras importantes na noite passada de torpedear sua ordenação planejada por causa de suas opiniões conservadoras e anti-woke. 

E-mails internos obtidos pelo The Mail no domingo revelam que o arcebispo de Canterbury, Justin Welby, pediu para mostrar exemplos dos tweets de Robinson em meio ao crescente alarme dentro da Igreja sobre suas críticas aos 'vigários liberais' e à política racial da Igreja.

17 de dez. de 2022

ONU cria novo fórum para tratar de "crimes coloniais" e reparações (divida histórica): teoria crítica racial





SWI, 16/12/2022 



Por Julia Crawford 



O namibiano Jephta Nguherimo veio recentemente discursar no primeiro Fórum das Nações Unidas sobre Pessoas de Ascendência Africana. Ele está lutando por reparações para seu povo Herero, que segundo muitos historiadores foram vítimas do primeiro genocídio do século 20.

Minha tataravó foi deixada debaixo de uma árvore para morrer”, diz Jephta Nguherimo, um namibiano de 59 anos em Genebra para participar do Fórum. “Ainda estou procurando aquela árvore, mas é uma imagem em minha mente. Como alguém pode ser deixado debaixo de uma árvore para morrer?”  


20 de mai. de 2022

Extremistas de extrema esquerda de todo o país rumo à zona autônoma no sul de Atlanta: Ecofascismo




PM, 19/05/2022 



Por Hannah Nightingale 



Pelo menos oito extremistas de extrema esquerda foram presos depois de supostamente jogarem pedras e coquetéis molotov na polícia de Atlanta em resposta a um protesto em andamento na área florestal onde uma nova unidade de treinamento da polícia e do EMS será construída.

O grupo, que se autodenominou "defensores da floresta", montou acampamento nos terrenos, que são reservados para o projeto de 85 acres, de acordo com o Atlanta Journal-Constitution. A polícia de Atlanta disse que várias estruturas ilegais foram construídas na propriedade, que é de propriedade da cidade.

Na terça-feira, ativistas supostamente jogaram um coquetel molotov no canteiro de obras, que explodiu em chamas a poucos metros de onde três policiais estavam parados, segundo a Fox News. O Corpo de Bombeiros respondeu momentos depois para apagar as chamas.

4 de fev. de 2022

Soros e a revolução Woke, Xi Jinping e a revolução cultural chinesa: mesma cobra, duas cabeças





Panampost, 03/02/2022 



Por Raul  Tortolero 



Os dois globalismos - o progressista e o chinês - são a mesma cobra, mas com duas cabeças, até que finalmente o Dragão Vermelho consegue decapitar o Ocidente cultural e militarmente

O recente confronto entre Georges Soros e Xi Jinping, o ditador comunista da China, é apenas uma miragem.

Soros, um húngaro nacionalizado americano, dono de uma fortuna de 8,3 bilhões de dólares — segundo a Bloomberg — é um globalista que não é bem-vindo na Hungria, e na Rússia, que há poucos dias criticou o presidente chinês Xi Jinping da Universidade de Stanford, afirmando que a China é "o estado autoritário mais poderoso do mundo" e "a maior ameaça que as sociedades abertas enfrentam hoje".

23 de out. de 2022

Eles são tudo, menos conservadores: uma olhada nos coringas que se alinham para ser o próximo primeiro-ministro do Reino Unido




BTB, 21/10/2022 



Por Kurtz Zindulka 



O imbróglio absoluto que é a política britânica continuará enquanto os candidatos a mais uma disputa de liderança conservadora se preparam para uma – abençoadamente breve – batalha pelas chaves do número 10. A disputa para substituir a fracassada PM Liz Truss deve terminar assim que chegar a segunda-feira, quando outro fantoche globalista pode muito bem ser instalado no cargo.

Os corredores estão posicionados sobre seus cavalos mais uma vez no páreo cada um, prontos para a segunda corrida pela liderança conservadora, apenas alguns meses após a renúncia de Liz Truss, que deve ser a primeira-ministra de mais curta duração da história britânica. O rápido desaparecimento de Truss ocorreu em meio a uma contra-revolução nos bastidores do Remainer (os anti-Brexit) e do establishment globalista dentro do partido conduzido pelo autoritário, pró-lockdown e ligado à China, Jeremy Hunt, que forçou Truss a abandonar sua tentativa levemente conservadora de introduzir reformas pró-mercado e cortes moderados de impostos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...