Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta Nova Zelândia. Ordenar por data Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta Nova Zelândia. Ordenar por data Mostrar todas as postagens

1 de jun. de 2018

Subversão política do regime chinês põe em risco programa ‘Cinco Olhos’

Bill English, o ex-primeiro-ministro da Nova Zelândia, em Auckland, Nova Zelândia, em 13 de setembro de 2017. English foi acusado de ter conexões com espiões chineses



Epoch Times, 01 de junho de 2018



Por Joshua Philipp



O Partido Comunista Chinês desenvolveu formas de penetrar e se infiltrar na Austrália e Nova Zelândia, dando ao regime uma forte influência sobre a mídia local, a academia, os negócios e a política. Essa influência pode comprometer o compartilhamento de informações com outras democracias.

A questão da influência do Partido Comunista Chinês agora está nas manchetes na Austrália e na Nova Zelândia, após a divulgação da audiência da Comissão de Revisão Econômica e de Segurança EUA-China em 5 de abril.

21 de mar. de 2019

Nova Zelândia – Solidariedade politicamente correta: chamada de oração islâmica e desarmamento

Jacinda Ardern é uma comunista ateísta, mas que usa o Islã muito bem contra os incautos


Nova Zelândia vai divulgar um chamado de oração para os muçulmanos na sexta-feira




TP, 20 de março de 2019. 




A primeira-ministra esquerdista Jacinda Ardern anunciou que a Nova Zelândia vai transmitir o chamado de oração islâmica em todo o país na TV e no rádio sexta-feira. 

E ao mesmo tempo, as mulheres da Nova Zelândia estão sendo encorajadas a usar o véu islâmico na sexta-feira, em solidariedade aos muçulmanos após o ataque terrorista em massa perpetrado pelo ecologista Brenton Tarrant, em duas mesquitas de Christchurch na última sexta-feira, que matou 50 pessoas e feriu outras dezenas. 

12 de out. de 2022

Nova Zelândia – agricultores ficam indignados com plano de imposto sobre (emissões de) gases do gado da primeira-ministra Jacinda Ardern




SKYNEWS, 12/10/2022 



Por Ewa Staszewska 



A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, provocou polêmica sobre uma proposta de imposto aos agricultores sobre gases de vacas e ovelhas para reduzir as emissões de gases do efeito estufa.

A Nova Zelândia está preparada para introduzir um primeiro esquema mundial que exigirá que os agricultores paguem por suas emissões agrícolas de gases de efeito estufa, incluindo gases naturalmente emitidos por seus animais.

A medida do governo trabalhista de Jacinda Ardern é um passo em direção à promessa do país de reduzir as emissões de metano em 10% até 2030 e se tornar neutro em carbono até 2050.

1 de abr. de 2019

Nova Zelândia – A loucura dos Kiwi




FP, 01 de abril de 2019 








No mês passado, de acordo com pelo menos uma estatística houve 154 ataques terroristas em todo o mundo. Aqui está um resumo de alguns dos principais. O Talibã ceifou 23 vidas na província de Halmond Afeganistão; pelo menos 15 no distrito de Qaysar, Afeganistão; dez na província de Kunduz, Afeganistão; 20 em Bala Murghab, Afeganistão; 22 em um segundo ataque em Qaysar; e 65 no distrito de Sangin, Afeganistão. O EL assassinou oito pessoas em Idlib, na Síria; cinco no deserto de Anbar no Iraque; 16 em Jalalabad; sete em Makhmur, no Iraque; 17 em dois ataques separados em Cabul; e cinco no deserto da Síria. No Mali, a Al-Qaeda no Magreb Islâmico matou 32 pessoas em dois ataques separados. Na Síria, Ansar al-Tawhid matou 27. Em Moçambique, Ansar al-Sunna matou 13 pessoas em um ataque terrorista. Em três ataques terroristas no Mali, o Al-Shabaab ceifou 38 vidas no total. Um jihadista turco, Gokmen Tanis, atirou em quatro pessoas em um bonde de Utrecht. E um homem chamado Brenton Tarrant matou 50 pessoas em duas mesquitas em Christchurch, na Nova Zelândia. 

26 de set. de 2017

Parlamentar neozelandês era tutor de espiões chineses, apontam investigações



Epoch Times, 25 de setembro de 2017 






Notícias da mídia local na Nova Zelândia indicam que o pedido de cidadania do deputado Jian Yang foi publicado. No entanto, o jornal Herald relata que os trechos que contavam se Yang ensinava nas academias militares chinesas (aulas de inglês para estudantes que treinavam para ser espiões) quando adquiriu cidadania da Nova Zelândia não foram revelados.

Este caso é o último episódio de uma série de eventos recentes que levantam questões sobre a influência da China em assuntos internos das democracias ocidentais como Austrália, Canadá e Estados Unidos.

25 de mar. de 2019

Nova Zelândia – lançada comissão com poderes alargados: o Politburo de Jacinda Ardern contra-ataca

Camarada Jacinda Ardern




Euronews,  25/03/2019




Ao ataque que paralisou a Nova Zelândia, seguiu-se a incredulidade em forma de pergunta: como foi possível isto acontecer em Christchurch, num país usualmente considerado como um dos mais pacatos do mundo?

A questão levou a primeira-ministra neozelandesa a estabelecer uma comissão de inquérito que vai também incidir sobre o trabalho de prevenção feito pelos serviços de segurança.

17 de jun. de 2022

Nova Zelândia: há necessidade urgente de diretrizes sobre tecnologia de reconhecimento facial, diz especialista

Jacinda Ardern, primeira-ministra da Nova Zelândia



RNZ, 17/06/2022 



Um especialista em inteligência artificial está preocupado que a nova tecnologia de reconhecimento facial possa resultar no uso indevido de informações.

Três grandes varejistas australianos, incluindo Kmart e Bunnings, que têm filiais na Nova Zelândia, começaram a implantar tecnologia de reconhecimento facial baseada em inteligência artificial em suas lojas para monitorar os clientes e evitar furtos.

Tecnologia semelhante está sendo usada na Nova Zelândia em cassinos, aeroportos e varejistas, levando a algumas preocupações de privacidade entre os especialistas.

21 de mai. de 2022

Primeira-ministra esquerdista da Nova Zelândia distribuirá cheques de estímulo para combater a inflação




Breitbart, 20/05/2022 



Por Kurtz Zindulka 



O governo de esquerda da Nova Zelândia começará a distribuir milhões de cheques em uma tentativa de combater a inflação, apesar dos gastos do governo normalmente serem um dos principais contribuintes para a inflação.

Para supostamente combater a inflação, que atingiu a maior alta em 30 anos na Nova Zelândia, o ministro das Finanças, Grant Robertson, anunciou na quinta-feira que o governo controlado pelo Partido Trabalhista emitiria 350 NZD (US $ 225 / £ 180) em cheques para cerca de 2,1. milhões de Kiwis em pagamentos semanais nos próximos três meses.

22 de jan. de 2023

O novo primeiro-ministro da Nova Zelândia, Chris Hipkins, é um czar de medidas de lockdown pandêmico




BTB, 21/01/2023 



WELLINGTON, Nova Zelândia (AP) – O ministro da Educação, Chris Hipkins, deve se tornar o próximo primeiro-ministro da Nova Zelândia depois de ser o único candidato a entrar na disputa no sábado para substituir Jacinda Ardern.

Hipkins, de 44 anos, ainda deve obter o endosso no domingo de seus colegas do Partido Trabalhista, mas isso é apenas uma formalidade agora. Uma transferência oficial de poder acontecerá nos próximos dias.

30 de nov. de 2022

Zero emissões líquidas: parceria entre a Nestlé e Fonterra pronta para "eliminar emissões" em uma década





FIF, 30/11/2022 



Por James Davies



30 de novembro de 2022 --- A Nestlé e a Fonterra estão se associando em um novo projeto para reduzir as emissões das fazendas leiteiras da Nova Zelândia e desenvolver uma fazenda comercialmente viável com zero emissões líquidas de carbono. O projeto será executado por cinco anos com o co-parceiro Diary Trust Taranaki e avaliará todos os aspectos da operação de fazendas leiteiras em relação à produção de gases de efeito estufa (GEE).

O projeto visa reduzir as emissões em 30% até meados de 2027 para atingir emissões líquidas de carbono zero em dez anos. 

O projeto compartilhará quaisquer percepções ou desenvolvimentos com outros agricultores durante os dias abertos planejados, que poderão então adotar as novas metodologias para suas fazendas. 

26 de jun. de 2022

Nova Zelândia – maioria dos neozelandeses apoia flexibilização do uso de drogas, apesar da crise mortal de Fentanil




1N, 26/06/2022 



Novas pesquisas mostram que a maioria dos neozelandeses apoia a mudança das leis de drogas do país para remover penalidades criminais e, em vez disso, oferecer educação, tratamento e outras abordagens baseadas em saúde.

A nova pesquisa, conduzida pela The Navigators para a NZ Drug Foundation, mostra que 68% dos neozelandeses apoiam a substituição da Lei de Uso Indevido de Drogas do país de 1975 por uma abordagem baseada na saúde.

Sessenta e um por cento apoiam a remoção de penalidades para o uso de drogas e, em vez disso, mais apoio para educação e tratamento.

18 de mar. de 2019

Nova Zelândia – “Guerra ao Terror” e o desarmamento politicamente correto




Governo da Nova Zelândia toma decisões de princípio sobre reforma das leis das armas




Expresso, 18 de março de 2019








Tentativas anteriores para alterar a legislação falharam devido ao lobby das armas e à cultura de caça. Atentados a duas mesquitas em Christchurch fizeram pelo menos 50 mortos sexta-feira

A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, anunciou esta segunda-feira que o seu Governo tomou decisões de princípio relativamente à reforma das leis das armas. Em conferência de imprensa em Wellington, Ardern prometeu mais detalhes antes de o Executivo se voltar a reunir dentro de uma semana. A decisão surge na sequência dos dois ataques a mesquitas em Christchurch, na sexta-feira, que fizeram pelo menos 50 mortos.

11 de abr. de 2018

Nova Zelândia – China tem planos para estabelecer uma base militar em Vanuatu, em oposição aos desejos do governo neozelandês




Newshub, 10 de abril de 2018. 



A China está aparentemente buscando estabelecer uma base militar permanente em Vanuatu – uma medida que alarmaria os governos da Nova Zelândia e da Austrália

Embora a primeira-ministra não tenha sido formalmente informada sobre o assunto, na manhã de terça-feira ela foi rápida em condenar uma presença militar a 3.000 quilômetros da Nova Zelândia. 

A Nova Zelândia se opõe à militarização do Pacífico”, disse Jacinda Ardern. Ela disse que não tinha mais o que dizer, já que tinha visto apenas relatos da mídia, disse ela. 

22 de mar. de 2019

Ditaduras islâmicas pedem "medidas concretas" contra a "islamofobia"




SIC, 22 de março de 2019 




Organização da Cooperação Islâmica pede "medidas concretas, abrangentes e sistemáticas para remediar para este flagelo".

Os países muçulmanos pediram hoje à comunidade internacional que tome "medidas concretas" contra a islamofobia, após o massacre em duas mesquitas na Nova Zelândia, num comunicado divulgado após uma reunião em Istambul.

A Organização da Cooperação Islâmica (OCI) refere que o massacre em Christchurch foi uma das consequências "brutais, desumanas e horríveis" da islamofobia.

29 de abr. de 2019

Nova Zelândia – a maconha sintética causou ou contribuiu para a morte de 80 pessoas em menos de dois anos





TVNZ, 29 de abril de 2019 





A maconha sintética causou ou contribuiu para a morte de mais de 80 pessoas na Nova Zelândia em menos de dois anos, revelam novos dados divulgados para a 1 News. 

Anteriormente sabia-se que as mortes de 60-65 neozelandeses foram causadas pela maconha sintética desde o início da crise em julho de 2017. Antes disso, havia apenas duas mortes. 

Um porta-voz dos serviços coroniais disse a 1 News que houve 20 outras mortes no mesmo período em que a maconha sintética parece ter “contribuído para a morte de pessoas, mas não foi a causa direta da morte”. 

2 de mai. de 2018

Nova Zelândia – “Não fume metanfetamina depois das três da tarde”: aconselha um panfleto distribuído em uma escola às crianças sobre como fumar com segurança




MailOnline, 02 de maio de 2018. 




Um panfleto instruindo os adolescentes sobre a melhor forma de fumar metanfetamina tem, sem surpresa, causado indignação. 

Os alunos da Massey High School, no oeste de Auckland [Nova Zelândia], receberam um panfleto educacional que delineava dez maneiras de “manter-se bem” durante o uso da droga Classe A – cortesia do programa DrugHelp

A literatura recomenda que os leitores usem sempre uma nova agulha ao injetar, que evitem fumar depois das três da tarde se quiserem dormir mais tarde e que tomem cuidado com os cachimbos de vidro que podem ficar “quentes”, relata o Stuff.co.nz

25 de ago. de 2022

Nova Zelândia: Vacina Novavax aprovada para neozelandeses com 12 anos ou mais




Stuff, 25/08/2022 



Por Rachel Thomas 



Pessoas com 12 anos ou mais já podem ter acesso a vacina Novavax para Covid-19, com receita médica, confirmou o Ministério da Saúde.

A vacina Novavax (Nuvaxovid) já estava disponível na Nova Zelândia para adultos com 18 anos ou mais, como dose primária, reforço ou ambos. Isso significa que as pessoas que receberam doses primárias das vacinas Pfizer ou AstraZeenca podem optar por tomar Novavax como reforço.

O regulador de segurança de medicamentos MedSafe agora deu aprovação provisória para que a vacina seja administrada a pessoas com 12 anos ou mais, sob a Seção 23 da Lei de Medicamentos – o que significa que o consentimento provisório foi concedido pelo Ministro da Saúde.

6 de dez. de 2022

Nova Zelândia pode tirar bebê de pais que exigem sangue 'não vacinado' para cirurgia cardíaca




SMM, 06/12/2022 



Mais de 100 protestos anti-vacinação apareceram na Nova Zelândia para apoiar os pais de um bebê de 4 meses em estado crítico na Nova Zelândia, que exigia que o hospital fornecesse sangue suplementar de doadores não vacinados antes que a criança fosse submetida à cirurgia por estenose da válvula pulmonar, um distúrbio da válvula cardíaca.

A mãe do menino diz que quer que seja usado “sangue seguro”, o que seu advogado descreveu como um medo de sangue contendo vestígios de vacinas usando tecnologia de mRNA.

6 de jan. de 2023

Neozelandeses instados a se preparar para uma pior recessão, à medida que o surto de covid na China afeta a cadeia de abastecimento





NHC, 05/01/2023 



Por Alexa Cook 



Os neozelandeses estão sendo alertados para se prepararem para uma recessão mais longa e mais difícil devido à explosão de casos de COVID-19 na China.

Estima-se que quase 300 milhões de pessoas na China tenham contraído a doença desde que as restrições foram suspensas no mês passado, impactando as cadeias de suprimentos e a manufatura.

Depois que a China abandonou sua política de COVID-zero no mês passado, os casos ficaram fora de controle e três quartos da equipe em algumas fábricas chinesas estão impossibilitados de trabalhar.   

18 de nov. de 2022

O programa de quarentena da Nova Zelândia ativa a carteira de identidade digital Jnctn




BU, 17/11/2022 



Por Alessandro Mascellino 



O governo da Nova Zelândia está substituindo a manutenção manual de registros usada durante a pandemia por um aplicativo de carteira de identidade digital para rastrear as competências e liberações de um programa governamental crítico.

A equipe que trabalha no programa Managed Isolation and Quarantine da Nova Zelândia, uma resposta de emergência à chegada da Covid no país do Pacífico Sul, agora está usando o software de gerenciamento de credenciais digitais do fornecedor Jnctn para verificação de identidade digital.

Os administradores estão usando o aplicativo de carteira para garantir que cada membro da equipe tenha o treinamento, a certificação e as habilidades apropriados para o ambiente em que estão e no qual estarão.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...