29 de abr de 2019

Nova Zelândia – a maconha sintética causou ou contribuiu para a morte de 80 pessoas em menos de dois anos





TVNZ, 29 de abril de 2019 





A maconha sintética causou ou contribuiu para a morte de mais de 80 pessoas na Nova Zelândia em menos de dois anos, revelam novos dados divulgados para a 1 News. 

Anteriormente sabia-se que as mortes de 60-65 neozelandeses foram causadas pela maconha sintética desde o início da crise em julho de 2017. Antes disso, havia apenas duas mortes. 

Um porta-voz dos serviços coroniais disse a 1 News que houve 20 outras mortes no mesmo período em que a maconha sintética parece ter “contribuído para a morte de pessoas, mas não foi a causa direta da morte”. 



Como qualquer morte envolvendo drogas, o legista deve avaliar todas as evidências e decidir, na balança das probabilidades, até que ponto a substância contribuiu para a morte da pessoa”, disse o porta-voz em um comunicado. 

Um exemplo inclui um homem que morreu em Tokoroa no ano passado, que desmaiou depois de fumar maconha sintética com seu companheiro e não pôde mais ser acordado. 

O investigador descobriu que a causa direta da morte era fluído nos pulmões, mas observou que a presença da maconha sintética poderia ter sido um “fator provocador significativo”. 

Em outro caso, no ano passado, um homem de Rotorua foi encontrado com o rosto sob o próprio vômito após fumar sintéticos. O investigador, nesse caso, descobriu que a causa direta da morte era que o homem havia sufocado, mas a causa subjacente disso foi o consumo de drogas sintéticas. 

O número de mortes no ano passado resultou em uma resposta de alto nível do governo. Isso inclui dois tipos mais comuns e perigosos de drogas sintéticas classe A.

Artigos recomendados: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...