Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta Turquia. Ordenar por data Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta Turquia. Ordenar por data Mostrar todas as postagens

2 de abr. de 2019

Turquia: Aliada de Putin na OTAN?

Gatestone, 01 de abril de 2019 









  • Em 7 de março o presidente turco Recep Tayyip Erdoğan disse que a Turquia jamais desistirá do acordo do sistema de mísseis S-400 com a Rússia. Ele chegou a realçar que Ancara poderá posteriormente considerar adquirir os sistemas S-500 mais avançados, em fase de construção na Rússia.
  • Com o acordo do S-400, a Turquia está simplesmente dizendo a seus teóricos aliados ocidentais que ela "os" vê "não a Rússia" como ameaça à sua segurança. Dado que a Rússia é profusamente considerada uma ameaça à segurança da OTAN, a posição discrepante da Turquia inevitavelmente exige que se ponha em dúvida sua identidade oficial na OTAN.
  • A Turquia possui o segundo maior exército da OTAN e a sua aventura amorosa/militar com a Rússia pode estar no momento no começo , mas isso prejudica a dissuasão militar da OTAN em relação à Rússia.




Em 17 de setembro de 1950, há mais de 68 anos, a primeira brigada turca deixou o porto de Mersin na costa do Mediterrâneo, chegando 26 dias depois a Busan na Coreia. A Turquia foi o primeiro país, atrás dos Estados Unidos, a responder ao apelo das Nações Unidas em ajudar militarmente a Coreia do Sul atacada naquele ano pelo Norte. A Turquia enviou quatro brigadas (um total de 21.212 soldados) a um país que fica a 7.785 km de distância. Ao final da Guerra da Coreia, a Turquia havia perdido 741 soldados mortos em ação. No Memorial do Cemitério da ONU em Busan constam 462 soldados turcos.

26 de mai. de 2022

A Escalada de Agressões da Turquia contra a Grécia: 90 Sobrevoos em Um Único Dia



Gatestone, 25/05/2022 



Por Uzay Bulut 



Enquanto a invasão da Ucrânia pela Rússia desvia a atenção do mundo, a Turquia, membro da aliança da OTAN, assedia outro membro da OTAN, a Grécia, vizinha a oeste.

Caças turcos violaram o espaço aéreo grego 90 vezes em um único dia, em 15 de abril e sobrevoaram três ilhas gregas habitadas, de acordo com a mídia grega.

Caças turcos vêm de fato violando o espaço aéreo grego virtualmente o tempo todo, sem trégua desde o início do ano.

14 de mai. de 2018

12 razões para a Turquia ser expulsa da OTAN




Front Page, 11 de maio de 2018






Chegou a hora de nos separarmos do desequilibrado Erdogan. 

A aceitação da Turquia à Organização do Tratado do Atlântico Norte, em outubro de 1951, foi uma bênção para a organização. Embora seu histórico de direitos humanos estivesse longe de ser estelar, era um país firmemente anticomunista, e mantinha um exército formidável, era receptivo à colocação de recursos da OTAN no país, incluindo mísseis balísticos Júpiter nuclear e estava estrategicamente localizado, ladeando a União Soviética. E no sul atuando como uma ponte entre a Europa e a Ásia. 

Embora a Turquia fosse tecnicamente um país muçulmano, seus líderes, seguindo as doutrinas defendidas por Kamal Ataturk, guardavam zelosamente a natureza secular do Estado. A influência religiosa foi mantida a um mínimo e isso foi especialmente verdadeiro para funcionários do governo e parlamentares. De fato, havia uma população judaica significativa na Turquia e a Turquia foi a primeira nação de maioria muçulmana a reconhecer Israel, estendendo o reconhecimento em março de 1949. 

25 de mar. de 2019

Turquia: Dezenas de Milhares de Pessoas Processadas por "Insultarem" Erdoğan

Gatestone, 24 de março de 2019




Por Uzay Bulut 





  • Desde a vitória de Recep Tayyip Erdoğan nas eleições presidenciais de 2014, a Turquia registrou 66.691 casos de "investigações por insultos", resultando até o momento em 12.305 processos e os "recordes não param de ser batidos." — Yaman Akdeniz, professor de Direito da Istanbul Bilgi University.
  • Ahmet Sever, porta-voz do ex-presidente da Turquia, Abdullah Gül, autor de um livro no qual escreve: "estamos diante de um governo ou, melhor dizendo, de um homem que considera livros mais perigosos que bombas."
  • Enquanto isso Erdoğan faz jogo duplo com o Ocidente, como parte de sua campanha de décadas de se tornar membro da União Europeia. O plano pode muito bem ser a razão do ministro da justiça ter anunciado em dezembro que revelará uma nova estratégia para a reforma judicial. A UE não deveria cair no conto do vigário dessa estratégia que salta aos olhos. Deveria sim ser exigido que o governo turco cesse a prática de processar pessoas inocentes, incluindo aqueles cujo único "crime" é criticar Erdoğan.



A criminalização na Turquia por "insultar o presidente" atingiu novos recordes no início de março em Ancara quando pai e filha acusaram um ao outro de praticar um crime passível de punição, o que na realidade nada mais era do que uma briga em família.

14 de ago. de 2018

Noivas Crianças na Turquia

Gatestone, 14 de agosto de 2018 





  • De acordo com o Fundo Turco de Filantropia, 40% das meninas com menos de 18 anos na Turquia são forçadas a se casarem.
  • Em janeiro de 2018, um órgão do governo sob jurisdição do presidente Recep Tayyip Erdoğan sugeriu que, de acordo com a lei islâmica, meninas a partir dos 9 anos de idade e meninos a partir dos 12 podem se casar.
  • "Baixa escolaridade" abrange quase toda a Turquia: a escolaridade média no país é de apenas 6,5 anos.
  • Na Turquia não dá em nada abusar de uma menina de 13 anos de idade, mas mexer com o presidente são outros quinhentos.


Onde você gostaria que sua filha estivesse aos 13 anos de idade? Na escola ou na cama com um adulto? A resposta a uma pergunta dessa natureza é o óbvio ululante em grande parte do mundo. Nas sociedades islâmicas, no entanto, como na Turquia, que não é árabe e teoricamente secular, a resposta é um tiro no escuro. Normalmente nesses países o poder da polícia do governo não combate essa tradição patriarcal, muito pelo contrário, ela a apoia.

29 de mai. de 2022

Estados Unidos e Turquia discordam sobre possível incursão na Síria




JP, 29/05/2022 



Por Kristina Jovanovski 



O presidente turco Recep Tayyip Erdoğan disse que seu país poderia lançar uma operação na Síria para criar uma 'zona segura'.

Os Estados Unidos estão conversando com a Turquia sobre sua potencial incursão na Síria, enquanto especialistas alertam que uma nova operação militar pode testar as relações recentemente aprimoradas entre Ancara e Washington .

O porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Ned Price, disse a repórteres na quarta-feira que Washington está em contato com autoridades turcas desde que o presidente turco, Recep Tayyip Erdoğan, disse no início desta semana que seu país entraria no nordeste da Síria para criar uma “zona segura” ao longo da fronteira entre os dois. países.

24 de mar. de 2017

Turquia pode rever laços "políticos e administrativos" com a UE, diz presidente turco

Califa, Erdogan


Euronews, 24 de março de 2017. 



Por Nelson Pereira



A Turquia pode rever todos os laços “políticos e administrativos” com a União Europeia, incluindo o acordo para limitar o fluxo de refugiados, após o referendo de abril – disse esta quinta-feira o presidente turco Recep Erdogan, em entrevista à emissora de televisão Kanal D.

Podemos manter as nossas relações económicas, mas pode ser necessário rever os nossos laços políticos e administrativos”, afirmou Erdogan, acrescentando que “Teremos de analisar com o governo e rever tudo, de A a Z.”

23 de abr. de 2016

Merkel na Turquia para salvar acordo sobre refugiados

Prólogo. 

O ministro Tusk diz que a Turquia é um exemplo de direitos humanos. Ele deveria perguntar isso para as mulheres nos alojamentos, que são abusadas e comerciadas como se fossem pedaços de carne, assim como as meninas.





DN, 24 de abril de 2016.


Por Patrícia Viegas. 


Chanceler alemã ouviu líder turco dizer que quer dinheiro prometido pela UE para os sírios, liberalização de vistos em junho e abertura de um novo capítulo nas negociações de adesão

Angela Merkel foi ontem à Turquia visitar o campo de refugiados de Nizip 2, em Gaziantep, na esperança de dar um novo fôlego à implementação do acordo UE-Ancara, em vigor desde 20 de março. "Hoje vimos de perto os esforços que a Turquia tem feito no que toca à questão dos refugiados. Foi muito importante ter esta visão no terreno", disse a chanceler alemã, numa conferência de imprensa conjunta com o primeiro-ministro turco, o presidente do Conselho Europeu e o vice-presidente da Comissão Europeia, respetivamente, Ahmet Davutoglu, Donald Tusk e Frans Timmermans

13 de abr. de 2016

Turquia: Contrabando de Refugiados, Tráfico Humano para Exploração Sexual

Gatestone, 13 de abril de 2016.






  • Quadrilhas de traficantes de pessoas convencem pais de meninas que suas filhas terão uma vida melhor na Turquia. Os pais recebem de 2.000 a 5.000 Liras Turcas (US$700 a US$1.700) como "valor da noiva", uma soma gigantesca para uma família síria pobre.
  • "Meninas entre doze e dezesseis anos são chamadas de pistaches, entre dezessete e vinte de cerejas, de vinte a vinte e dois de maçãs e acima disso de melancias". — Trecho de um relatório sobre a Turquia elaborado pela organização End Child Prostitution, Child Pornography and Trafficking of Children for Sexual Purposes (ECPAT).
  • Muitos muçulmanos têm dificuldade, até asco, em se assimilar à cultura ocidental. Muitos parecem ter como objetivo importar para a Europa a cultura da intimidação, estupro e abuso da qual fugiram.
  • Em que pese o fato das desesperadas vítimas serem seus irmãos e irmãs muçulmanos, os ricos estados árabes não acolhem refugiados. As nações nesta região estão cansadas de saber que os candidatos a asilo trarão consigo problemas, tanto sociais quanto econômicos. Para muitos muçulmanos ricos do sexo masculino, como os sauditas de mais idade, é mais conveniente comprar crianças sírias da Turquia, Síria ou Jordânia como escravas sexuais baratas.


No Dia Internacional da Mulher, 8 de março, os veículos de comunicação turcos fizeram a cobertura da vida trágica e da morte de uma noiva Síria, ainda criança.

14 de ago. de 2016

A Tradição Turca de Assassinar Cristãos

Gatestone, 14 de agosto de 2016. 



Por Robert Jones


  • Incontáveis acordos entre a Turquia e organizações ocidentais parecem não ter reduzido o ódio aos cristãos.
  • Na Turquia são as "pessoas comuns" que matam ou atacam cristãos, depois o judiciário ou o sistema político, de alguma forma, encontra uma maneira de permitir que os criminosos se safem sem que sejam responsabilizados pelos seus atos. A maioria desses crimes não aparece na mídia internacional e a Turquia nunca é responsabilizada.
  • Enquanto os muçulmanos podem praticar livremente sua religião e expressar suas opiniões sobre outras religiões em todo o mundo, os cristãos e demais não muçulmanos podem ser mortos na Turquia e em outros países de maioria muçulmana apenas por tentarem, pacificamente, praticar sua religião ou expressar abertamente suas opiniões.
  • "Multiculturalismo", apaixonadamente defendido por tantos liberais no Ocidente, poderia ter feito maravilhas em lugares multiétnicos e multirreligiosos como a Anatólia. Lamentavelmente a ideologia islâmica aceita apenas e tão somente uma cultura, uma religião e um modo de pensar que esteja de acordo com os seus princípios: os do Islã. Ironicamente, esta é a única verdade nua e crua que esses liberais não querem enxergar.

Em 26 de julho, a cidade de Saint-Étienne-du-Rouvray localizada no norte da França presenciou um terrível ataque islamista: dois terroristas do Estado Islâmico (ISIS) assassinaram o padre Jacques Hamel de 85 anos, em sua igreja durante a missa. Duas freiras e dois fiéis foram tomados como reféns

De acordo com uma freira que escapou do ataque, os terroristas que juraram lealdade ao ISIS, aos gritos de "Allahu Akbar", cortaram a garganta do padre e gravaram o ato sangrento em vídeo.

18 de mar. de 2016

Reenvio de refugiados para a Turquia começa amanhã

Refugiados e migrantes junto de um posto de distribuição de alimentos em Idomeni, junto da fronteira grego-macedónia 




DN, 19 de março de 2016.



Por Helena Tecedeiro.



Acordo em Bruxelas prevê 6000 milhões de euros até 2018 para ajudar Ancara a lidar com 3 milhões de refugiados.

"Acordo com Turquia aprovado. Todos os migrantes que chegarem à Grécia vindos da Turquia a partir de 20 de março serão devolvidos". Foi com esta mensagem no Twitter que Donald Tusk deu conta do acordo assinado entre os 28 Estados-membros da União Europeia e a Turquia, no segundo dia do Conselho Europeu dedicado a encontrar uma solução para travar o fluxo de refugiados que entra na Europa pela chamada Rota dos Balcãs.

Em 2015 foram mais de um milhão os migrantes que chegaram à Grécia após uma perigosa travessia do Mar Egeu. O seu objetivo é alcançar o norte da Europa, sobretudo Alemanha e Suécia.

10 de set. de 2016

Turquia: Proliferação Generalizada de Estupros Infantis, Apagão na Mídia

Gatestone, 10 de setembro de 2016. 


Por Robert Jones


  • O jornalista que denunciou o estupro para o jornal Birgun disse que ele e o jornal receberam inúmeras ameaças de morte nas redes sociais por relatarem o caso.
  • Em julho o Tribunal Constitucional da Turquia anulou um artigo do código penal que considerava crime de "abuso sexual" e punia todos os atos sexuais envolvendo crianças com menos de 15 anos de idade, dando um período de seis meses para que o parlamento elaborasse a nova lei.
  • Os fatos in loco indicam que o abuso sexual de crianças na Turquia é generalizado ao extremo e que são as autoridades turcas que não estão agindo com responsabilidade.
  • Quando bebês sírios e outras crianças, bem como mulheres, estão sendo estupradas e tratadas de forma tão aterrorizante na Turquia e os estupradores ficam impunes, quando jornalistas que cobrem estes abusos estão sendo ameaçados, quando os tribunais impõem a proibição da publicação de crimes cometidos contra os sírios e dão aos criminosos "redução da pena por bom comportamento", a Turquia parece ser um dos últimos países do planeta a ter o direito moral de exigir isenção de visto para a Europa ou para qualquer outro lugar.

A Turquia mais uma vez ameaçou rasgar um polêmico acordo que trata dos migrantes e enviar centenas de milhares de candidatos a asilo para a Europa se, em questão de meses, não for concedido aos seus cidadãos isenções de visto para a União Europeia.

O Ministro das Relações Exteriores da Turquia Mevlut Cavusoglu, exigiu que até outubro do corrente ano a UE suspenda a necessidade de visto para os cidadãos turcos.

6 de ago. de 2016

Como o golpe na Turquia pode extirpar os laços com o Ocidente, e fazer com que a distensão com a Rússia ganhe velocidade

Nota do editor
O autor acerta até certo ponto, mas ele erra no que diz respeito as relações Moscou-Ancara, pois, aparentemente, elas nunca sofreram nem um tipo de dano – a única coisa que houve foi um teatro bem armado entre os dois países. Os laços de Ancara com Moscou, como eu já disse uma vez, se dão também pelo seu intermediário o Irã. Ancara ajudou Teerã com o seu programa nuclear no papel de membro da OTAN, e Moscou foi quem ajudou Teerã a obter antecipadamente tecnologia nucelar; seja ela por moldagem ou na forma de mísseis já produzidos e comercializados. Tirando a visão populista dos defensores do regime de Moscou que está em voga, a Turquia islâmica não estava prestes a entrar num atrito mortal com a Rússia “cristã”, que proíbe evangelismo. Muito dessa visão foi compartilhada pelas redes sociais, provando que a deficiência intelectual continua sendo contagiosa. 

1 de set. de 2016

Turquia-UE: Schulz tenta apaziguar, mas Ancara não cede

Schulz Erdogan


Euronews, 01 de setembro de 2016. 



Por Rodrigo Barbosa



A tentativa de Martin Schulz para apaziguar as tensões entre a União Europeia e a Turquia não parece ter surtido grande efeito.

O presidente do Parlamento Europeu deslocou-se esta quinta-feira a Ancara, na primeira visita oficial de um dirigente europeu ao território turco desde a tentativa falhada de golpe de Estado de 15 de julho.

Schulz precisou que “no que diz respeito à liberalização de vistos”, a Turquia precisa de “implementar todos os critérios, incluíndo a reforma da legislação antiterrorista”. Mas também deixou “claro que todo o processo permanece em aberto, não está terminado, e ambos os lados podem avançar no sentido de se aproximarem”.

24 de nov. de 2016

Estará a Turquia a afastar-se da União Europeia em prol da Rússia? – Eixo-euroasiático




Euronews, 24 de novembro de 2016. 



Os primeiros passos da Turquia rumo ao bloco europeu foram dados há mais de cinquenta anos. Membro do Conselho da Europa desde 1949 e cofundadora em 1961 da Organização para a Cooperação e desenvolvimento Económico (OCDE), em 1963, o Acordo de Ancara assinalou o primeiro protocolo de associação daquela “ponte” territorial entre a Europa e a Ásia com a então denominada Comunidade Europeia.

Depois de um pedido formal de adesão ter sido efetuado em 1987, o processo, propriamente dito, só foi colocado sobre a mesa para ser negociado em 2005, mas há três anos a União Europeia suspendeu as negociações.

19 de abr. de 2016

Erdogan diz que "UE precisa mais da Turquia do que a Turquia da UE"

Prólogo.

Erdogan parece muito à vontade para zombar da cara dos contribuintes europeus, que já estão pagando bilhões para que ele supostamente diminua o fluxo de imigrantes que entram na Europa. Para a União Europeia a Turquia é uma tabua de salvação, pois o país é a porta de entrada dos imigrantes, e, portanto, o mais viável é manter o porteiro com os bolsos cheios, e as fronteiras vazias. Porém, para o país muçulmano isso não é o suficiente: é preciso visto para que os seus cidadãos possam circular livremente pela Europa – o que, consequentemente, trará também diversos terroristas amigos do regime; pois se a senhora Ângela Merkel não sabe, durante as rodadas de estupros no ano novo na cidade de Colônia, alguns dos criminosos que foram delatados pelas vítimas eram de origem turca. 

28 de mar. de 2016

Novas documentações: Governo turco permitindo que os muçulmanos passem livremente através da Turquia para se juntar ao Estado Islâmico.

Prólogo. 

Erdogan está negociando com a União Europeia, para colocar o seu país dentro do bloco e assim, conseguir tirar proveito do sistema financeiro dos países membros, e também do tratado de Schengen. A Turquia também espera ter isenção de visto para os seus cidadãos. Agora pense só nisso: durante os próximos anos os europeus vão desembolsar 4,6 bilhões para os turcos, e eles ainda terão isenção de visto. O que poderia dar errado?



Desmentindo as negações de Erdogan. "A guerra é o engano," como disse Maomé. 

AFN News, 27 de março de 2016. (Graças a Jihad Watch, Por Robert Spencer).

As relações entre a Turquia e o Estado Islâmico documentado, mais uma vez.

11 de mar. de 2019

Depois de silenciar a imprensa nacional, Turquia vira-se para a internacional





Expresso, 10 de março de 2019 








Três jornalistas alemães, um dos quais correspondente na Turquia há mais de 20 anos, foram expulsos do país liderado por Recep Tayyip Erdogan. Um dos visados acredita tratar-se de “uma estratégia para aumentar a pressão sobre os órgãos de informação estrangeiros

O Governo alemão alterou as recomendações de viagem para a Turquia. Berlim alerta agora para riscos que os cidadãos alemães enfrentam por expressarem opiniões toleradas na Alemanha, ao abrigo da liberdade de expressão, mas que na Turquia podem ser punidas criminalmente.

Este domingo, em entrevista à televisão alemã ARD, o ministro germânico dos Negócios Estrangeiros, Heiko Maas, justificou o alerta com “observações irritantes” feitas por um ministro turco segundo o qual turistas alemães podem ser detidos na Turquia se forem autores de comentários críticos para com as autoridades turcas nas redes sociais, por exemplo.

28 de ago. de 2018

Novos Patamares da Hipocrisia Turca

Gatestone, 28 de agosto de 2018 


Por Uzay Bulut 



  • Segundo um boletim de notícias de 2005, havia apenas 1.244 gregos em Istambul. Além disso, mesmo as minúsculas minorias estão, ao que tudo indica, deixando a Turquia em contingentes cada vez maiores, para fugirem da instabilidade e agressividade a que estão sujeitas no país.
  • Inúmeros muçulmanos turcos, que estão na mira dos abusos de Erdogan aos direitos humanos, parecem chocados com os atuais incidentes antidemocráticos que ocorrem na Turquia. Não deveriam estar, esses abusos ocorrem no país há décadas. É provável que os turcos continuem vivendo debaixo da opressão que eles próprios criaram.
  • É preciso lembrar Erdogan que não é Israel, vibrante democracia em franco desenvolvimento com direitos iguais a todos os seus cidadãos, cujo comportamento é reminiscente de capítulos sombrios da história. É a Turquia.

Durante uma reunião parlamentar do partido ora no poder Partido da Justiça e do Desenvolvimento (AKP) em 24 de julho, o presidente turco Recep Tayyip Erdogan chamou Israel o "estado mais sionista, mais fascista e mais racista do planeta". Referindo-se à recente aprovação pelo Knesset (Parlamento de Israel) da "Lei Básica: que Define o País como Estado-nação do Povo Judeu",Erdogan atacou a visão do governo israelense como "nada diferente da obsessão de Hitler com a raça ariana".

26 de jul. de 2016

A União Europeia não pode nos ameaçar: o aviso da Turquia à Juncker após ameaçar Ancara caso restabeleça a pena de morte

Chefe da União Europeia: se a Turquia levar adiante a reintrodução da pena de morte não haverá esperança de sua adesão à União Europeia.  




Express UK, 26 de julho de 2016.

 


Por Charlie Buckle

O ministro das Relações Exteriores da Turquia disse que a União Europeia não pode ameaçar a Turquia sobre a questão da pena de morte. 

Mevlut Cavusoglu disse a TV Haberturk que Junker não deve desprezar a Turquia ou pensar que pode mandar no país.

Os comentários foram feitos em resposta ao Presidente da Comissão da União Europeia, Jean-Claude Juncker, que disse que se a Turquia seguir em frente com a reintrodução da pena de morte não haveria esperança para o país aderir à União Europeia.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...