Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta Portugal. Ordenar por data Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta Portugal. Ordenar por data Mostrar todas as postagens

23 de mai. de 2018

China quer expandir seu poder no exterior adquirindo maior empresa de energia de Portugal



Epoch Times, 22 de maio de 2018


Por Fan Yu


Uma tentativa de controlar a maior empresa de energia elétrica de Portugal, a Energias de Portugal (EDP), por uma empresa estatal chinesa pode ter repercussões na Europa e na América do Norte.

A Corporação das Três Gargantas da China, com sede em Pequim, anunciou em 11 de maio que fez uma oferta em dinheiro de 9 bilhões de euros (US$ 10,9 bilhões) para comprar a EDP. A Três Gargantas já possuía uma participação de 23% na empresa antes dessa tentativa de aquisição.

A oferta representa um pequeno prêmio de 5% sobre o preço de fechamento das ações da EDP em 10 de maio, e avalia toda a empresa numa dívida líquida de 11,8 bilhões de euros.

19 de jul. de 2017

El País diz que Portugal é o único país da UE que supostamente rejeita sanções à Venezuela. Governo desmente





Observador, 19 de julho de 2017 






Portugal será o único país da UE que rejeita aplicar sanções à Venezuela caso Nicolás Maduro convoque uma assembleia constituinte, afirma o El País. O Governo português desmente a informação.

O jornal espanhol El País avança que Portugal será o único país da União Europeia que descarta a hipótese de aplicar sanções à Venezuela caso o presidente Nicolás Maduro avance com a convocação de uma assembleia constituinte. A informação terá sido revelada por fontes diplomáticas ligadas à representação da União Europeia em Caracas, que referem um relatório da delegação onde se aponta que 27 dos 28 Estados-membros da UE têm essa hipótese em cima da mesa — apenas Portugal não admitirá aplicar sanções ao país. Já esta manhã, o Governo português desmentiu a informação.

20 de mai. de 2016

Portugal – Refugiados chegarão em “voos quase diários” na última semana de Maio

Na madrugada de 7 de Março, dia da cimeira da UE com a Turquia, Portugal recebeu 64 refugiados




Público, 20 de maio de 2016.







Portugal é o terceiro país da Europa que mais refugiados acolheu no âmbito do programa de recolocação. O ritmo de chegadas vai aumentar e a frequência dos voos pode manter-se nas semanas seguintes.

A partir da próxima terça-feira, os voos com refugiados para Portugal provenientes da Grécia e da Itália passarão a ser "quase diários". As pessoas, que chegam com a garantia de receber o estatuto de refugiado ou de protecção humanitária, são esperadas em grupos de cerca de 30, segundo disse ao PÚBLICO Teresa Tito de Morais, presidente do Conselho Português para os Refugiados (CPR), uma das instituições que vão acolher e já acolhem pessoas vindas dos centros de triagem daqueles dois países europeus. O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) confirmou entretanto que "a partir do dia 24 Maio prevê-se que, em algumas semanas, passe a haver mais do que uma chegada semanal". No dia 24, está prevista a chegada de 26 pessoas provenientes da Grécia. Para o dia seguinte, deverão chegar 30 refugiados de um voo da Itália.

31 de mar. de 2018

Portugal – ideologia de gênero e a agenda de legalização das drogas ganham força

Prólogo

Longe de ser uma exceção, Portugal segue uma tendência. Tenho visto várias tentativas de legalizar drogas no Reino Unido, além da agenda LGBT de ideologia de gênero que já avançou lá formidavelmente, muito mais do que em Portugal, quiçá, no resto do mundo. Portugal é um país historicamente governado pelas esquerdas, segundo a biografia política do país e, sendo assim, não é surpresa que se torne um bom local para o experimento social marxista. A sociedade portuguesa ao que tudo indica, se afastou dos alicerces cristãos, e hoje vive somente uma roupagem meia-boca, na qual tratam a religião como uma mera lembrança, uma época de comemorar algo passado que só é bonito no papel, mas, na prática, na vida pública, é colocado de fora para não contaminar toda a máquina marxista política e de propaganda. 

12 de mar. de 2016

Em Portugal a canábis está de volta aos hábitos






DN, 13 de março de 2016.




Portugal é utilizado pelas redes de tráfico como plataforma logística para colocar droga na Europa. Consumo está estável

Zona de abastecimento dos mercados europeus. Estas definições mostram a importância de Portugal para os traficantes que tentam colocar na Europa heroína, ecstasy, cocaína ou haxixe. Num negócio que, segundo as polícias, serve para fornecer os grandes mercados de retalho europeus de droga utilizando cidadãos nacionais como apoio na estrutura logística do tráfico.

No país existem duas vertentes de consumo: a canábis está novamente a entrar nos hábitos dos consumidores e a utilização do haxixe e da cocaína tem-se mantido estável, sendo as drogas preferidas dos portugueses, tal como o ecstasy .

26 de mai. de 2016

Portugal: Mudança de sexo aos 16 sim, mas só com atestado - Portugal de mal a pior no Marxismo Cultural

Prólogo. 

Eu me lembro de que, antigamente, nos contos de ficção falava-se de que para que todos os doentes do mundo deixassem de ser doentes, o mundo inteiro saudável, então, precisaria se tornar doente também. É claro, essa não é uma forma de encarar a realidade, pois não podemos nos sujeitar a doença, para que os doentes se sintam normais. Para isso, teríamos que abrir mão de nossa sanidade, e isso certamente, não é certo. No entanto, a realidade e a ficção parecem que a cada dia se entrelaçam mais, e podemos ver bem isso por meio da nossa própria realidade. Portugal que um dia foi grande, hoje não passa dum ninho de esquerdismo, bizarrice, e loucura politicamente correta e esquerdista. Eis o que eu digo! O governo esquerdista português lutou durante anos pelas agendas abortistas, gayzistas, e suicidas. Obteve êxito em todas. Não existe conservadores em Portugal, existe sim, um partido social democrata, que assim como o nosso, só se opõe ao esquerdismo no jargão, de boca. Uma direita artificial que só pode competir com uma esquerda, enquanto suportar o rótulo de direita. 


4 de out. de 2018

Questionar os Descobrimentos? Europa quer que Portugal mude manuais escolares




TSF, 02 de outubro de 2018 



Por Nuno Guedes



Livros dos alunos portugueses devem passar a abordar a violência de Portugal contra os indígenas das colónias.

Portugal deve mudar os livros escolares de História. A recomendação está num relatório feito por uma comissão do Conselho da Europa que, de cinco em cinco anos, avalia o racismo e intolerância no país.

Entre os vários problemas detetados, o documento destaca que "as autoridades portuguesas devem reforçar a educação para os direitos humanos e igualdade", mas igualmente "repensar o ensino da História, especialmente a história das antigas colónias".

23 de jun. de 2018

Portugal — Governo quer abrir portas a estrangeiros e atrair 75 mil imigrantes [legais e ilegais] por ano




Observador, 23 de junhod e 2018 


Por Rita Dinis 



Governo vai regularizar a situação dos imigrantes ilegais que trabalhem em Portugal há pelo menos um ano: serão 30 mil. E vai apostar na atração de estrangeiros para combater problema demográfico.

O objetivo é inverter a tendência de perda de população ativa e quebra da natalidade. O governo vai abrir as portas a cidadãos estrangeiros, apostando em mecanismos de atração de imigrantes para áreas qualificadas, e vai regularizar a situação de todos os imigrantes que já estejam inseridos no mercado de trabalho há pelo menos um ano — independentemente de terem entrado no país de forma ilegal, avança o semanário Expresso. “Se precisamos de imigrantes, não vamos impor limites”, diz o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, ao mesmo jornal.

21 de set. de 2016

Presidente português vai enviar militares para prestigiar o falso acordo de paz entre Colômbia e Farc

Marcelo Rebelo presidente de Portugal.


DN, 21 de setembro de 2016. 



Durante um passeio a pé, o Presidente adiantou que Portugal vai acompanhar a "fase histórica" que vive aquele país

O Presidente da afirmou hoje que Portugal vai acompanhar com "uma pequena missão militar" esta "fase histórica muito importante" de aplicação do acordo de paz entre o Governo da Colômbia e as FARC.

Em resposta aos jornalistas, durante um passeio a pé em Nova Iorque, Marcelo Rebelo de Sousa adiantou que a participação de efetivos portugueses nesta missão das Nações Unidas na Colômbia "vai ser formalizada porventura no próximo Conselho Superior de Defesa Nacional".

25 de jun. de 2016

Monárquicos querem referendo em Portugal



DN, 25 de junho de 2016. 




Segundo o PPM, "o 'establishment' português controlou e manietou todo o processo de integração do país na União Europeia.

O Partido Popular Monárquico (PPM) defendeu hoje a realização de um referendo em Portugal sobre o processo de integração na União Europeia (UE), alegando que "quase todos os povos europeus já foram chamados a pronunciar-se".

"A integração de Portugal na União Europeia nunca foi sufragada diretamente pelo povo português. Portugal constitui uma exceção chocante no contexto de uma Europa em que quase todos os povos europeus já foram chamados a pronunciar-se sobre o processo de integração dos seus respetivos países", sustenta um comunicado assinado pelo presidente da comissão politica nacional do PPM, Paulo Estêvão, enviado àLusa.

5 de mar. de 2016

Nenhuma oferta de emprego para os portugueses, pois eles deixam o país, então o Primeiro Ministro quer substituí-los por árabes e africanos.




RedIce, 05 de abril de 2016


20% da população em idade ativa em Portugal tem ido para outros países europeus, devido à falta de postos de trabalho. O Primeiro Ministro de Portugal, Antonio Costa, enviou cartas a Áustria, Grécia, Itália e Suécia pedindo seus imigrantes ilegais árabes e africanos para substituí-los. Costa disse ao parlamento da União Europeia que Portugal deve "dar o exemplo", e ele é contra "uma Europa que fecha suas fronteiras para bloquear o acesso aos refugiados." Árabes e africanos não querem ir para Portugal e Costa sente que seu país foi deixado de fora da festa da diversidade. Somente 32 imigrantes ilegais entraram no país nesses últimos anos. O governo de Portugal até enviou um embaixador para os campos de imigrantes ilegais gregos para encorajá-los a considerar ir a Portugal, mas ele não teve sucesso.

27 de abr. de 2016

Portugal: JS (Juventude Socialista) quer colocar legalização da prostituição na agenda política

Prólogo. 

Olha a situação de Portugal. O país já “quebrou todos os tabus” durante esses anos, continua descendo cada vez mais a ladeira. Era uma vez um país cristão. Ao contrário do que foi propagandeado aqui pela mídia de “direita”, o atual Presidente do país, Marcelo Rebelo de Souza, não é um conservador, mas um esquerdista de longa data do homólogo do PSDB, o Partido Social Democrata Português PSD, e um "quase feminista." Portugal é uma tristeza: legalizaram as drogas, e o país só tem visto crimes aumentando, fora a inação da polícia, diante daqueles que traficam e que não podem ser presos ou receber duras punições, pois o consumo não é crime. Ridículo! Portugal se tornou esgoto. O mais vergonhoso é ver o número de defensores na página oficial do artigo. Meu Deus! É de dar ânsia de vômito.

23 de mar. de 2018

Marroquino acusado de recrutar jovens para o Daesh em Portugal



DN, 23 de março de 2018. 



Homem está detido do Estabelecimento Prisional de Monsanto

O Ministério Público deduziu acusação contra um marroquino, que se encontra detido no Estabelecimento Prisional de Monsanto, por vários crimes, nomeadamente adesão a organização terrorista internacional e recrutamento de jovens, em Portugal, para integrarem o Daesh (Estado Islâmico), informa a Procuradoria-Geral da República.

26 de jun. de 2016

Referendo em Portugal "é uma questão que não se põe", diz presidente

Marcelo Rebelo de Souza de "direita"


DN, 26 de junho de 2016. 



Marcelo Rebelo de Sousa defende que o país "quer continuar na União Europeia"

O Presidente da República disse hoje em Torres Vedras que um referendo em Portugal como aconteceu em Inglaterra "é uma questão que não se põe", justificando que Portugal "quer continuar na União Europeia".

"Portugal está na União Europeia, sente-se bem na União Europeia e quer continuar na União Europeia. Quanto ao resto, a Constituição diz que a decisão sobre o referendo é do Presidente da República e, portanto, é uma questão que não se põe neste momento", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa aos jornalistas.

18 de abr. de 2016

Portugal pode duplicar o acolhimento de refugiados




CM, 18 de abril de 2016.



Garantia é do Presidente da República.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, realçou hoje a resposta de Portugal no acolhimento aos refugiados, afirmando que o país está disponível, "se necessário for", a duplicar o número proposto pela União Europeia. 

"Portugal - afirmou o Presidente da República - mostrou disponibilidade para acolher até mais refugiados, se necessário for, duplicando o número daqueles que podemos receber", disse hoje o Presidente da República.

26 de mai. de 2018

Portugal – descriminalização da eutanásia vai a votos no Parlamento



Euronews, 26 de maio de 2018



Por João Paulo Godinho 



A Assembleia da República decide esta terça-feira sobre a despenalização da eutanásia em situações especiais.

Em cima da mesa estão quatro propostas e uma votação completamente em aberto. Partido Socialista, Bloco de Esquerda, os Verdes e o PAN apresentaram projetos para a regulação da morte medicamente assistida, na sequência de um debate que tem marcado os últimos meses.

O tema é polémico e divide não só o Parlamento, mas também a sociedade, com manifestações a favor e contra a eutanásia a marcarem os últimos dias.

8 de fev. de 2018

Portugal – Há mais mulheres a consumir álcool, drogas e tabaco

Imagem meramente ilustrativa


DN, 07 de fevereiro de 2018. 



Por Carlos Pereira



Em Portugal, as mulheres e as faixas etárias mais velhas têm mais comportamentos de risco tanto no que diz respeito ao consumo de drogas, principalmente canábis, como de álcool

As mulheres estão a assumir cada vez mais consumos de risco tanto no que diz respeito às drogas (canábis, vulgo haxixe) como ao álcool. Um alerta que é também dirigido às faixas etárias mais velhas.

Esta é uma das principais conclusões do Relatório Anual das Respostas e Intervenções em matéria de Drogas, Toxicodependência e Álcool divulgado esta manhã na Assembleia da República pelo Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (SICAD).

5 de mai. de 2022

O Espaço Europeu de Dados de Saúde: monitorando a saúde do gado por todo continente




Euronews, 05/05/2022 



Por Claudio Rosmino 



A pandemia de Covid-19 ficou associada a progressos importantes na tecnologia das vacinas (terapia genética MRNA) e chamou a atenção para a importância da saúde digital.

O acesso a informação clínica vital pode ser fundamental para garantir o tratamento e a recuperação dos pacientes. A digitalização e a partilha de dados tornaram-se ferramentas essenciais para os sistemas públicos de saúde.

A criação do Espaço Europeu de Dados de Saúde é uma das prioridades da Comissão Europeia.

3 de abr. de 2018

Portugal – Militares da GNR detidos por tráfico de drogas




SIC, 03 de abril de 2018. 



Dois militares da GNR da Régua foram detidos por tráfico de estupefacientes, na noite desta segunda-feira. Integram um grupo de quatro homens, suspeitos de pertencerem a uma rede de tráfico de droga. A investigação pode ainda vir a revelar mais envolvidos.

A investigação começou dentro da própria GNR. Dois militares do posto da Régua tinham comportamentos suspeitos e ligações externas que levantavam dúvidas sobre a legalidade de alguns procedimentos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...