4 de abr de 2019

Líbia – chefe da milícia líbia, Khalifa Haftar, diz às tropas que “avancem” sob a capital Trípoli




France24, 04 de abril de 2019





O líder da milícia líbia, Halifa Haftar, ordenou nessa quinta-feira que suas tropas “avancem” em Trípoli, levando as nações ocidentais e os Emirados Árabes Unidos a fazer um alerta as agravantes tensões no país devastado pela guerra. 

Os Estados Unidos e seus aliados pediram nessa quinta-feira o fim imediato das tensões na Líbia e alertaram que qualquer ação militar teria consequências depois que o linha-dura Khalifa Haftar ordenou que as forças militares avançassem sobre Trípoli. 

Nossos governos se opõem a qualquer ação militar na Líbia e responsabilizarão qualquer facção líbia que precipitar mais conflitos civis”, foi dito em uma declaração conjunta dos Estados Unidos, França, Grã-Bretanha, Itália e Emirados Árabes Unidos. 


Os governos disseram que estavam “profundamente preocupados” por lutar perto de Gharyan, a cerca de 100 quilômetros de Trípoli, e “pedimos que todas as partes reduzam imediatamente as tensões”. 

Neste momento delicado da transição da Líbia, a postura militar e as ameaças de ação unilateral só correm o risco de levar a Líbia de volta ao caos”, disseram eles. 

Acreditamos firmemente que não há solução militar para o conflito na Líbia”. 

O autoproclamado Exército da Nação da Líbia, de Haftar, reuniu-se em torno de Gharyan e, em uma mensagem em áudio, ele disse que havia chegado a hora de avançar em direção à capital. 

Dezenas de milícias lutaram pelo controle do país do norte da África desde que uma revolta apoiada pela OTAN [Obama] derrubou e matou o antigo ditador Muammar al-Gaddafi em 2011. 

As forças de Haftar emergiram como um ator fundamental, opondo-se ao governo em Trípoli apoiado pelo Ocidente criando sua própria administração paralela no leste. [Ênfase adicionada]

Artigos recomendados: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...