8 de dez de 2018

Ditador iraniano diz: “As sanções americanas podem levar a um dilúvio de refugiados, tráfico de drogas e terrorismo”

Hassan Rouhani



Reuters, 08 de dezembro de 2018 



Dubai (Reuters) – o presidente iraniano, Hassan Rouhani, previu um “dilúvio” de drogas, refugiados e ataques terroristas ao Ocidente se as sanções dos Estados Unidos enfraquecerem a capacidade do Irã de contê-las. 

Eu aviso aqueles que impõem sanções que se a capacidade do Irã de combater o tráfico de drogas o terrorismo for afetada… você não estará a salvo de um dilúvio de tráfico de drogas, requerentes de asilo [invasores], bombas e terrorismo”, disse Rouhani em um discurso transmitido pela televisão estatal. 

Separadamente, o ministro das Relações Exteriores Mohammad Javad Zarif foi citado dizendo que os Estados Unidos estão vendendo mais armas para o Oriente Médio do que a região precisa, tornando-se um “barril de pólvora”. 

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, retirou os Estados Unidos de um acordo nuclear multilateral com o Irã e maio e reimplantou as sanções à indústria de petróleo vital do Irã mês passado. 

O tráfico de drogas é um sério desafio para o Irã, que faz fronteira com o Afeganistão – o maior produtor mundial de ópio – e o Paquistão, um dos países de maior trânsito para o tráfico de drogas. 

Gastamos US $ 800 milhões por ano para combater as drogas, o que garante a saúde de nações que se estendem da Europa Oriental ao oeste americano e norte da África até a Ásia Ocidental. Imagine o desastre que seria se houvesse uma falha na represa [figura de linguagem]”, disse Rouhani. 

Em 2012, o Irã foi responsável por dois terços das apreensões mundiais de ópio e um quarto das apreensões mundiais de heroína e morfina, mostrou um relatório da ONU publicado em 2014. 

Temos sido tão determinados na luta contra o terrorismo… sacrificando centenas de tropas valiosas e gastando milhões de dólares anualmente”, disse Rouhani. 

Não esperamos que o Ocidente pague sua parte, mas eles devem saber que as sanções prejudicam a capacidade do Irã de combater o tráfico de drogas e o terrorismo”, acrescentou. 

O Irã, um dos principais defensores do presidente Bashar al-Assad na guerra civil da Síria, enviou assessores militares, bem como material e milícias xiitas regionais para combater grupos militantes rivais. 

No Iraque, as milícias apoiadas pelo Irã e seus conselheiros iranianos ajudaram o Iraque a derrotar o Estado Islâmico. 

O terrorismo econômico significa criar horror em um país e criar medo em outros países que pretendem investir (lá). A retirada dos Estados Unidos do acordo nuclear é, sem dúvida, um exemplo claro de terrorismo econômico”, disse Rouhani em uma reunião de presidentes dos parlamentos da China, Rússia e outros quatro países. 

Mais de 700 mil afegãos indocumentados retornaram do Irã este ano com o estreitamento da economia iraniana, segundo dados da agência de migração da ONU, e a mídia iraniana que disse que alguns afegãos estavam tentando entrar na Turquia para chegar à Europa. 

Zarif alertou sobre os perigos das grandes vendas de armas doas Estados Unidos no Oriente Médio, onde o rival regional do Irã, a Arábia Saudita, é grande compradora de armas ocidentais. 

Os americanos transformaram a região em uma caixa de isqueiros. O nível de vendas de armas pelos americanos é inacreditável e muito além das necessidades regionais e isso aponta para as políticas perigosas seguidas pelos americanos”, disse Zarif, segundo o Irna. 
Nota: o Irã é para vários países da Europa e os Estados Unidos comprovadamente um dos maiores patrocinadores do terrorismo no mundo. Além da ditadura islâmica ter uma extensa carreira no tráfico de drogas, tanto no Oriente Médio, quanto na Europa e na América do Sul, a tirania ainda usa organizações de fachada para lavar dinheiro e recrutar. Se o Irã "combate o terrorismo", é somente no sentido de combater certos grupos não-alinhados, cuja eliminação é do seu interesse. O Irã comanda mais facções terroristas do que o Talibã, a Al-Qaeda e suas filiais pelo mundo. 
Artigos recomendados: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...