30 de set. de 2022

Steakholder Foods, empresa de produção de carne de laboratório 3D inicia desenvolvimento de linha de produção nos EUA




FIF, 29/09/2022 



Por Marc Cervera



A companhia está trabalhando para obter aprovação regulatória.

29 de setembro de 2022 --- A empresa israelense começou a isolar células provenientes de gado criado em fazendas aprovadas pelo Departamento de Agricultura dos EUA (USDA). A empresa espera que o USDA desempenhe um papel fundamental na aprovação de carne cultivada no futuro.

A indústria de carne cultivada como um todo aguarda feedback positivo dos reguladores americanos com relação à aprovação inicial para vender produtos de carne cultivada. Como primeiro passo, planejamos estabelecer uma planta piloto na Bélgica, após a qual esperamos que os primeiros produtos híbridos entrem no mercado”, disse Arik Kaufman, CEO da Steakholder Foods, à FoodIngredientsFirst

De acordo com as diretrizes regulatórias publicadas pelo USDA e FSIS, a Steakholder Foods está garantindo que as amostras de tecidos que coleta sejam devidamente examinadas e provenientes de animais saudáveis, tudo como parte do objetivo da empresa de atender aos rigorosos padrões regulatórios para aprovação nos EUA”, explica a empresa. 


As células são extraídas em um ambiente estéril necessário para a segurança alimentar, observa a Stakeholder Foods.

Estamos desenvolvendo esses produtos com uma mistura de gordura animal cultivada e proteína à base de plantas, para uma experiência mais carnuda do que qualquer coisa disponível hoje”, destacou Kaufman. 

Carne cultivada nos EUA

A empresa sediada em Rehovot, Israel, produz uma variedade de produtos de carne bovina, frango, porco e até frutos do mar – através de uma colaboração com a Umami Meats – planejando comercializar seus produtos em Israel, Cingapura e agora nos EUA. 

Embora Israel seja um centro de inovação em biotecnologia com muitas empresas de tecnologia de alimentos e carnes cultivadas, nosso foco regulatório está em mercados maiores, como EUA, UE e Sudeste Asiático”, explica Kaufman. 

Nossa mais recente atividade de desenvolvimento de células está levando a empresa adiante em seu caminho para a regulamentação. Ao trabalhar com fazendas e animais aprovados pelo USDA, a Steakholder Foods está demonstrando seu compromisso com a qualidade e a segurança. Nosso objetivo é trabalhar com agências federais à medida que aperfeiçoamos nossos processos para a produção sustentável e escalável de carne cultivada”.

Inspiração de carne bovina Wagyu

A empresa israelense anunciou no início deste mês um corte de carne de boi de cultura 100% impressa em 3D, "Omakase beef morsels", altamente suculenta. O bife de cultura impresso de 104 g é o maior de todos os tempos da empresa. 

O produto compreende múltiplas camadas de tecido muscular e adiposo, que foram diferenciadas das células-tronco bovinas. Cada camada é impressa separadamente usando duas bio-tintas diferentes – uma para músculo e outra para gordura. As camadas podem ser impressas em várias sequências de músculo e gordura, afetando a suculência e a textura do corte.

A tecnologia da Steakholder Foods pode imprimir o produto com qualquer formato, largura e proporção de suculência e até mesmo exceder a precisão de suculência que lembra o padrão de carne bovina Wagyu. Ele também pode fornecer consistência de produto sem precedentes em escala.

Em um ano desafiador para algumas empresas inovadoras, como a Beyond Meat, a Steakholder Foods teve que abordar ativamente seus investidores depois que suas ações caíram 58% em 2022.

A empresa não está ciente de nenhum desenvolvimento negativo material que não tenha sido divulgado ao público, e nossas operações, incluindo pesquisa e desenvolvimento e esforços de comercialização, estão prosseguindo de acordo com nosso plano de trabalho”, explica Arik Kaufman, CEO da Steakholder Foods.

Desde seu importante IPO em 2021, as ações da empresa perderam 77% de seu valor.

Enquanto isso, a empresa continua aumentando seus gastos com pesquisa este ano, um aumento de 28% no primeiro semestre do ano, para US $ 2,3 milhões, em comparação com 2021.

Artigos recomendados: Carne e IP3D


Fonte:https://www.foodingredientsfirst.com/news/steakholder-foods-begins-bovine-cell-line-development-in-us-working-toward-regulatory-approval.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...