8 de jun de 2018

Suécia – Rakhmat Akilov condenado à prisão perpétua pelo atentado terrorista islâmico em Estocolmo




The Local SC, 07 de junho de 2018



Rakhmat Akilov, o cidadão uzbeque que realizou o atentado terrorista islâmico de Estocolmo em abril de 2017, foi condenado à prisão perpétua por “crimes terroristas”. 

O Tribunal Distrital de Estocolmo também o considerou culpado de 119 acusações de tentativa de homicídio e de 24 acusações de pôr em perigo outras. Ele será deportado da Suécia uma vez que a sentença seja cumprida após o banimento. 

Aqueles que foram submetidos a tentativa de homicídio ou ameaça de outros receberão indenização, enquanto os parentes dos mortos também receberão indenização. 


Akilov roubou um caminhão e atropelou pedestres na movimentada rua de Drottninggatan da cidade em 07 de abril de 2017, matando cinco pessoas e ferindo outras dez. Antes de fazer isso, ele jurou lealdade ao Estado Islâmico, embora o grupo jihadista nunca tenha assumido a responsabilidade pelo ataque. 

Em fevereiro, o agressor se confessou culpado de terrorismo, e o promotor Hans Ihrman pediu ao Tribunal Distrital de Estocolmo para prendê-lo por toda a vida. Ihrman argumentou que seu cliente era “um perigo para a sociedade e assim será no futuro, desde que ele tenha as mesmas crenças que tem hoje”, e pediu que ele fosse expulso da Suécia depois de cumprir sua sentença. 

O Tribunal Distrital concordou com Ihrman, rotulando o ataque “talvez o crime mais grave já realizado na Suécia”. 

Não há dúvida que uma sentença de prisão perpétua é aplicável” e “não há dúvida de que ele deve ser deportado”, disse o juiz Ragnar Palmkvist. 

As simpatias de Akilov pelo Estado Islâmico estão em discussão, ele mesmo admitiu isso várias vezes e também está claro em seu telefone celular”, observou Palmkvist, acrescentando que Akilov tentou prejudicar a Suécia como país por causa do seu apoio aos Estados Unidos, a coalizão contra o Estado Islâmico. 

Akilov não expressou nenhum remorso por essas ações durante o julgamento. O agressor 40 anos negou ser culpado de 18 das 124 acusações de tentativa de homicídio de que foi acusado. 

Um prazo médio prisão [condenação] na Suécia é de 16 anos, enquanto o mais longo prazo que uma pessoa foi mantida presa na nação nórdica é de 34 anos. 

O julgamento, que começou e fevereiro, foi um dos maiores da história sueca, envolvendo 144 demandantes, incluindo vítimas, familiares e outros afetados pelo atentado. 

Akilov foi acusado de um total de 149 atos criminosos pelo ataque de 07 de abril e foi julgado como tendo cometido todos menos um, onde o tribunal avaliou que era muito difícil dizer, com certeza, se o acusado estava nas proximidades do ataque no local quando foi realizado. 

Artigos recomendados: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...