15 de set. de 2022

Empresa de robótica do Reino Unido integra modelo de linguagem autoagressiva (GPT-3) ao seu robô com expressões faciais realista e o torna ameaçador

 




TB, 14/09/2022 - com Futurism 



Por Victor Tangermann 



Eles colocaram GPT-3 nesse robô com expressões faciais assutadoramente realista e caramba. "Nada neste vídeo é pré-roteirizado".

Bem-vindo à Ameca

A empresa de robótica com sede no Reino Unido Engineered Arts acabou de dar voz ao robô humanóide de aparência ultra-realista Ameca – e ela tem muito a dizer.

Em um novo vídeo, a empresa mostrou a Ameca conversando com vários engenheiros da empresa, cortesia de um sintetizador de voz e do GPT 3 da OpenAI, modelo de linguagem de ponta que usa aprendizado profundo para gerar texto impressionantemente humano.

A Ameca já provou ser uma demonstração impressionante de robôs humanóides de última geração, com sua incrível capacidade de contorcer seu rosto em expressões extremamente críveis, semelhantes a humanas, variando de descrença a desgosto.

Agora, graças ao poder do GPT 3, a Ameca também pode conversar, em uma extensão impressionante do que os robôs modernos são capazes.


IA pura

Quando o diretor de operações da Engineered Arts, Morgan Roe, perguntou à Ameca sobre as aplicações para robôs humanóides, ela teve uma resposta surpreendentemente coerente.

"Existem muitas aplicações possíveis para robôs humanóides", disse ela. "Alguns exemplos incluem ajudar pessoas com deficiência, prestando assistência em ambientes perigosos, realizando pesquisas e atuando como acompanhante".

Nada neste vídeo é pré-roteirizado”, diz a legenda do vídeo. “O modelo recebe um prompt básico descrevendo a Ameca, dando ao robô uma descrição de si mesmo – sua IA pura”.

As pausas são o intervalo de tempo para processar a entrada de fala, gerar a resposta e processar o texto de volta em fala”, escreveu a empresa.

Amigo robótico

No que diz respeito aos robôs malvados que dominam o mundo, Ameca afirma que não é uma ameaça. E o sistema de conversação claramente ainda tem espaço para melhorar.

Quando solicitada a apresentar um "poema sobre robôs humanóides", ela respondeu com algo que não soa bem como um poema: "Nós somos os robôs humanóides formados de plástico e metal, nosso trabalho é ajudar e servir".

"Mas alguns dizem que somos uma ameaça", concluiu Ameca. "Alguns pensam que vamos assumir e que a humanidade vai acabar, mas nós só queremos ajudar."

"Nós não queremos ser amigos", acrescentou ela, o que soa vagamente ameaçador.

Mas o engenheiro parecia perplexo.

"Esse é um poema interessante", ele respondeu.

Artigos recomendados: IA e ML


Fonte:https://futurism.com/the-byte/gpt-3-ameca-robot-facial-expressions

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...