4 de set de 2018

Colômbia – governo colombiano manterá o reconhecimento do Estado Palestino




NTN24, 03  de setembro de 2018 



O presidente Iván Duque disse em uma entrevista que o reconhecimento da Palestina como Estado Livre e Soberano “é irreversível” e que seus esforços serão concentrados em apoiar a paz no Oriente Médio. 

O presidente Iván Duque afirmou nesta segunda-feira que o reconhecimento da Palestina como um Estado livre e soberano pela Colômbia “é irreversível”, mantendo assim a surpreendente decisão tomada pelo ex-presidente Juan Manuel Santos dias antes de deixar a presidência. 


Durante uma entrevista com a rádio colombiana, Duque disse que “estas decisões são irreversíveis”,  que parecia deixar floorless o anúncio que tinha feito seu ministro do Exterior Carlos Holmes Trujllo de “analisar cuidadosamente” a decisão contra a Palestina. 

Por isso, o presidente colombiano acrescentou que, a partir de agora, seu foco será apoiar a paz no Oriente Médio e “a solução dos dois estados”. 

Eu ainda acredito que o que os países da comunidade internacional não podem fazer é fazer parte do problema, mas parte da solução que deve ser primeiramente contribuir para uma paz estável e duradoura (…) que se dá pela solução do reconhecimento dos dois Estados que deve avançar”, disse Duque. 

A poucos dias de deixar o cargo, o ex-presidente Juan Manuel Santos decidiu dar o reconhecimento a Palestina como um Estado livre, independente e soberano, uma decisão que não foi bem-aceita na embaixada de Israel que chamou de “um tapa na cara de um fiel aliado”. 

Da sua parte, a missão palestina afirmou que após o reconhecimento da Colômbia, contribuiria “significativamente para gerar as condições para a busca da paz no Oriente Médio”. 

Antes da decisão, a Colômbia ainda era um dos últimos países que não havia concedido reconhecimento à Palestina, junto com o México e o Panamá. No entanto, em 2012, a ONU decretou que os territórios palestinos passaram a ser reconhecidos como “estado observador não-membro”. 

Artigos recomendados: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...