3 de mai de 2018

Fabricação de robôs sexuais infantis leva o jornalista investigativo da BBC às lágrimas

Repórter da BBC James Young



LifeSiteNews, 01 de maio de 2018.






01 de maio de 2018 (LifeSiteNews) — Enquanto visitava a fábrica de “brinquedos sexuais para adultos” no Japão que fábrica “sexbots” — robôs em tamanho real criado para o propósito de satisfação sexual — um jovem jornalista da BBC esbarrou em uma seção do prédio onde “sexbots” infantis estavam sendo montados.

O jornalista da BBC James Young estava “visivelmente abalado”, segundo um relatório do Daily Star, e disse depois que “o encontro foi horrível. Eu só tive que sair de lá”.

Young, que também é um cientista biológico com prótese de braço e perna, viajou pelo mundo para encontrar os criadores de robôs sexuais para o documentário”, continuou o relatório. “Durante a exibição, ele observou como parecia que eles tinham o potencial de trazer as piores coisas em nós”.


Enquanto alguns afirmam que as bonecas sexuais infantis cada vez mais parecidas com “sexbots” servirão como um impedimento para atos sexuais criminosos contra crianças por pedófilos, muitos especialistas acreditam que a nascente e florescente indústria incentivará a predação sexual, levando a um aumento, não uma diminuição, a exploração sexual de crianças.

Algumas bonecas lembram crianças de até três anos e podem ser personalizadas para apresentar expressões faciais realistas, incluindo tristeza e medo.

Ainda mais preocupante, os clientes podem personalizar seu pedido de bonecas para se parecerem com crianças que eles realmente conhecem, fornecendo fotografias para o fabricante. No caso de “sexbots” de crianças atualmente em desenvolvimento, os clientes pedófilos também terão a opção de fornecer amostras de gravações de voz para criar ainda mais a ilusão de obter a satisfação da relação sexual com uma criança.

Bonecos que foram confiscados nas fronteiras do Reino Unido, Austrália, Nova Zelândia e Canadá, entre outros, contêm partes do corpo e orifícios anatomicamente corretos (boca, vagina, ânus) que podem ser usados para acomodar um pênis masculino adulto”, de acordo com thecrimereport.org.

YouTube, Instagram, Twitter e Pinterest são cúmplices tangenciais.

Os gigantes das mídias sociais — que muitas vezes são rápidos em censurar postagens cristãs e conservadoras como sendo “ofensivas” ou “violando os padrões da comunidade” — não ficaram tão alerta quando se trata de censurar a promoção dessas bonecas sexuais e sexbots em suas plataformas.

Do YouTube ao Instagram, do Twitter ao Pinterest, vídeos para os mercados online de bonecas sexuais infantis estão sendo postados nos maiores sites de mídia social”, informou a filial da NBC em Nova York neste fim de semana.

Em um canal do YouTube chamado Pretty Dolls, que já foi removido, vídeos sobre bonecas em tamanho natural que parecem crianças e são vendidas para um propósito sombrio foram assistidos mais de 100 mil vezes”, continuou a matéria. “Além das listagens de mídia social, o Google Shopping também oferece bonecos sexuais para crianças — e havia catálogos mesmo na Amazon”.

Enquanto o YouTube e o Twitter rapidamente removiam links e sites ofensivos em resposta à investigação da NBC, outras promoções de bonecas sexuais infantis apareceram, revelando a difusão do problema e a determinação de fornecedores e clientes para fazer negócios.

Legislação para proibir a venda e distribuição de sexbots de crianças nos Estados Unidos.

A Lei Cercando a Robótica Pedofílica Eletrônica Exploratória Realista (CREEPER), que visa proibir a importação e distribuição de bonecas sexuais infantis, foi apresentada pelo congressista de Nova York Dan Donovan, com uma coalizão bipartidária de 32 copatrocinadores.

O pedófilo é uma pessoa excepcionalmente vil que ataca as crianças para satisfazer os seus desejos horríveis de pedofilia”, disse o deputado Donovan. “Durante meus 20 anos como promotor, trancafiei animais que utilizavam suas fantasias sexuais em crianças inocentes. O que vi e ouvi foi o suficiente para deixar alguém doente. Agora, como legislador no Congresso, estou apresentando um projeto de lei para proibir o mais novo ponto de venda para pedófilos: bonecas sexuais infantis. Eles não pertencem às nossas comunidades”.

Importados da China, Hong Kong e Japão, os bonecos são propositalmente rotulados erroneamente como manequins ou modelos para evitar serem detectados pelas autoridades postais.

Polícias observam uma correlação entre as compras de bonecas sexuais infantis por indivíduos que têm histórico de crimes sexuais contra crianças. “(Os) dos 128 bonecos apreendidos no Reino Unido, 85% dos homens que os importavam também foram descobertos em posso de pornografia infantil”, foi salientado em um comunicado de imprensa do gabinete do deputado Donovan. “Além disso, psicólogos e pesquisadores acreditam que esses bonecos reforçam, normalizam e encorajam o comportamento pedófilo, potencialmente colocando em risco mais crianças”.

De fato, a psicologia emergente sobre o tema diz que essas bonecas obscenas encorajam o abuso de crianças reais”, disse o deputado Donovan em um editorial em The Hill. “Peter Fegan, da Escola de Medicina Johns Hopkins, disse recentemente ao The Atlantic que bonecas sexuais infantis provavelmente têm um ‘efeito reforçador’ sobre os pedófilos e em muitos casos, causam (o desejo) maior urgência”.

Uma coalizão de especialistas em robótica, especialistas em ética e defensores da proteção infantil se uniram para apoiar a legislação proposta.

O abuso sexual infantil é um crime hediondo, que nenhuma criança deveria sofrer”, disse Michael Polenberg, vice-presidente de assuntos governamentais da Safe Horizon, uma organização líder em assistência às vítimas. “Como, então, reconciliar a aversão da sociedade civil ao abuso infantil com a produção e importação de bonecos de crianças em tamanho real para o uso sexual? Isso é profundamente preocupante em muitos níveis”.

Há atualmente um aumento dramático no desenvolvimento de robôs sexuais falantes e alimentados por Inteligência Artificial”, explicou Noel Sharkey, codiretor da Fundação para a Robótica Responsável. “A possibilidade de fazer réplicas robóticas anatomicamente detalhadas de crianças específicas para prazer sexual está agora aqui e é certamente um passo longe demais. Tais dispositivos terão, no mínimo, um impacto pernicioso em nossa sociedade e criarão uma ameaça à segurança sexual de nossos filhos”.

As apreensões de bonecas sexuais infantis ilustram que os criminosos sexuais e os pedófilos não irão parar de tentar chegar às crianças”, disse Stacie Rumenap, presidente do Stop Child Predators. “Não há dúvida que essas bonecas serão usadas para atrair e preparar crianças, e levarão a mais abuso sexual e exploração de crianças reais”.

Melanie Blow, COO da Stop Abuse Campaign, disse: “O abuso sexual infantil é uma epidemia em nossa sociedade, afetando um quinto das crianças d enossa nação. (Abuso é) uma epidemia com enormes custos humanos e financeiros. Qualquer coisa que normalize a atração sexual adulta em relação às crianças só piorará essa epidemia. Bonecas sexuais infantis e robôs que fazem isso são perfeitamente legais, e isso é um problema”.

Kathleen Richardson, fundadora da Campanha contra Robôs do Sexo e Professora de Ética e Cultura de Robôs e IA da Universidade De Montfort, disse: “Eu escutei as histórias de sobreviventes de abusos sexuais na infância em primeira mão, e nós devemos fazer de tudo para evitar futuros incidentes. Dar bonecas e robôs sexuais infantis a pedófilos não fará nada além de encorajar atos prejudiciais as crianças inocentes. A segurança de uma criança nunca deve ser colocada abaixo de um desejo de um predador sexual ou lucros de empresas comerciais”. 

Os robôs sexuaisi infantis impediriam a pedofilia? 

Alguns sugerem que os “sexbots de crianças” (CSBs) fornecerão uma saída segura para indivíduos que são sexualmente atraídos por crianças.

Eles imaginam um futuro em que para os pedófilos são prescritos CSBs para que eles possam soltar os seus impulsos sem tornar ninguém vítima”, segundo um relatório da NBC.

Há amplo consenso entre os especialistas de que nem bonecas sexuais infantis nem CSBs devem estar disponíveis gratuitamente para compra”, continuou o relatório. “Mas alguns especialistas na área dizem chegou a hora de realizar pesquisas científicas para avaliar seu possível uso como impedimento à pedofilia, um distúrbio psiquiátrico que causa atração sexual por crianças pré-púberes e que agora é tratado com psicoterapia ou, em alguns casos, com líbido, drogas”.

CSBs que provavelmente levarão à normalização do sexo com crianças. 

Embora os defensores da fabricação e do uso desses bonecos e robôs sexuais infantis afirmem que podem ter valor clínico na redução de atos sexuais criminosos contra crianças reais, a Ciência e a Medicina sugerem que isso é uma ilusão. 

De acordo com uma reportagem publicada na Harvard Health, a sociedade tem boas razões para ser pessimista em relação à pedofilia, que “continua a ser um desafio para clínicos e funcionários públicos”. O matéria continuou: “Pedofilia é uma orientação sexual e é improvável que mude”. 

Há um “medo de que os CSBs possam normalizar o comportamento depravado — e levar os pedófilos a cruzar a linha com vítimas reais. De acordo com a Campanha Contra Robôs Sexuais sem fins lucrativos com sede no Reino Unido, não há evidências de que bonecas sexuais adultas ou sexbôs tenham restringindo a demanda por prostitutas”, continuou o relatório da NBC.

A diretora da campanha, doutora Kathleen Richardson, professora de ética e cultura de robôs na Universidade De Montfort, em Leicester, observou: “Eu falei com adultos que foram abusados quando crianças, eles não apoiam o uso de CSBs. Dizem que os pedófilos que cometem tais crimes estão tão distantes de sua própria humanidade que dar a eles uma máquina não resolveria o problema subjacente”. 

Para o bem das crianças de nosso país”, disse o deputado Donovan, “não podemos permitir bonecos sexuais infantis em nossas comunidades”.

Artigos recomendados: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...