6 de dez de 2016

Suécia – “A Suécia precisa de imigrantes muçulmanos para resolver o problema da escassez de trabalho”, diz agência de emprego





The Local SC, 06 de dezembro de 2016. 



Por Lee Roden



A Suécia deve exigir 64.000 imigrantes anualmente se quiser evitar que a escassez de mão-de-obra possa afetar o crescimento econômico, foi dito pela agência de empregos do país (Arbetsformedlingen). 

Em declarações à emissora pública SVT, o diretor-geral da agência, Mikael Sjoberg, previu que uma falta de mão-de-obra começará a prejudicar o crescimento da Suécia no próximo ano, antes de se tornar um problema crescente conforme os empregadores do setor privado e público lutam para encontrar pessoas com habilidades certas. 

A diminuição da população de origem [e étnica] local significa que a imigração será mais do que necessária para resolver a escassez, explicou a agência. 
A taxa de natalidade da Suécia é simplesmente muito baixa. Para continuar tendo a possibilidade de crescer mais, o trabalho é necessário, e, portanto, um aumento da população”, disse Johan Bissman da Arbetsformedlingen, ao The Local. 

O impacto já está sendo sentido por algumas empresas, observou ele, e o problema vai crescer em 2017. 

A escassez já está impactando o setor público e mais empresas vão sentir os efeitos em 2017, certos números de empresas privadas também estão sendo afetadas atualmente, e esse número vai crescer no próximo ano”, disse Bissman. 

Para o setor público, a escassez significa que o padrão de serviço que prestam é reduzido, por exemplo, por meio de tempos de processamento mais prolongados. Para as empresas privadas, a escassez pode levar à perda da ordem pública”.

Reduzir o número de pessoas que abandonam o ensino secundário antes de terminar o seu curso e aumentar a idade de aposentadoria (61-67, mas tradicionalmente 65) são formas de ajudar a aliviar a situação, de acordo com a agência de emprego, mas sublinhou que a imigração ainda será necessária para uma solução a longo prazo. 

Parte da razão para esta situação da Suécia é que a demanda por bens e serviços permaneceu alta conforme o país escapou relativamente ileso da crise econômica global em comparação com outras nações, a agência observou. 

É uma situação complexa. A Suécia estava bem posicionada na crise econômica, enquanto os outros países encontraram uma evolução muito mais difícil. Recuperamo-nos mais rápido e, portanto, também achamos mais fácil aumentar a nossa taxa de produção”, disse Bissman. 

O consumo das famílias permaneceu forte, o que afeta a demanda. Uma coroa [moeda sueca] fraca tem sido boa para a indústria de exportação bem como para a arrecadação”, acrescentou. 

Artigos recomendados: 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...