1 de dez de 2016

Suécia – político sueco: “Faça de Malmo um santuário para imigrantes ilegais"

Hanna Thomé


Speisa, 01 de dezembro de 2016. 



A notícia de que a polícia procura devolver os imigrantes ilegais que estão inscritos na assistência-social suscitou reações diferentes em Malmo. Hanna Thomé (foto) quer agora que a terceira maior cidade da Suécia – e em grande parte árabe – se torne um refúgio para imigrantes ilegais. 

É terrível que já não existam quaisquer zonas francas. É uma consequência da política de refugiados desumana que o governo tem feito, que escolhemos não apoiar”, diz Hanna Thomé ao jornal regional Sydsvenskan

O pano de fundo para a declaração totalmente ingênua é que várias mídias nos últimos dias relataram que a polícia usou o registro social da cidade de Malmo para localizar e retornar os imigrantes ilegais. 

Enquanto isso, a conselheira Carina Nilsson, que anteriormente defendeu que os imigrantes ilegais devessem receber “ajuda com comida e moradia”, mudou de ideia de repente. Ela disse ao Sydsvenskan que quer uma política de asilo “que conceda asilo se houver motivos para proteção, mas eles também devem abandonar voluntariamente o país se o pedido for rejeitado”. 

Dezenas de milhares de pessoas que tiveram o seu pedido de asilo rejeitado ou nunca aplicado, porém estão ficando ilegalmente na Suécia, onde muitos se juntam a gangues criminosas para sobreviver. 

Artigos recomendados: 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...