5 de dez de 2016

Grã-Bretanha, MP diz: “ A investigação do governo sobre as escolas dominicais é absurda”




CBN, 04-05 de dezembro de 2016. 



Stephen Timms, parlamentar do Partido Trabalhista Britânico, está chamando a recentes propostas do governo para investigar escolas dominicais de “absurdas”. 

O ex-secretário-geral do Tesouro disse que o Ofsted, ou o Escritório Britânico de Padrões em Educação e Serviços para Crianças e Habilidades, fez um anúncio que revela que os funcionários do governo “veem a fé religiosa como sendo essencialmente um problema”. 
Eles pensam que podem haver coisas ruins acontecendo e que as pessoas podem ser incentivadas a fazerem coisas que não deveriam”, disse ele. “Isso é um absurdo”. 

As autoridades anunciaram em outubro que vão “definir os próximos passos” das propostas para registrar e inspecionar todas as instituições fora da escola. 

De acordo com o Instituto Cristão, o governo quer inspecionar qualquer ambiente na Inglaterra que forneça instruções para as crianças por mais de seis a oito horas por semana. 

Colin Hart, diretor do Instituto Cristão, classificou a proposta como um “ataque sem precedentes” à liberdade religiosa. 

A ideia de ter um inspetor da Ofsted sentado em seu grupo de jovens na igreja ou na escola dominical para ver se você é um extremista é, eu tenho de dizer, altamente ofensiva”, escreveu em uma carta no ano passado a então secretária [esquerdista] da educação, Nick Morgan. 

O arcebispo de Canterbury também avaliou a proposta dizendo que o governo tem uma visão seriamente errada do que é extremismo e que coloca os cristãos ao lado de grupos muçulmanos extremistas, informa o Instituto Cristão. 

No início deste mês, Justin Welby criticou os ministros e funcionários públicos por “analfabetismo religioso”, e disse que muitos fingem que os cristãos conservadores são apenas “um pouco malucos”. 

Artigos recomendados: 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...