16 de jul de 2016

Soldados turcos dizem que “não estavam cientes de que faziam parte de uma tentativa de golpe”

Um agente da polícia a falar com soldados envolvidos na tentativa de golpe depois que eles se renderam na ponte de Bósoforo





UT, 16 de julho de 2016, Brasília  - 17 de julho de 2016, Kiev. 



Cerca de 3.000 membros do Exército, incluindo soldados comuns e oficiais de alta patente foram detidos em menos de 24 horas após a tentativa fracassada para derrubar o governo. 

Alguns soldados que foram detidos em um quartel militar na Turquia já teriam dito em interrogatórios que não estavam cientes de que faziam parte duma tentativa de golpe, relata o The Independent

Eles haviam sido informados pelos comandantes que estavam a tomar parte em manobras militares, relatou o jornal turco Hurriyet. Alguns soldados disseram que entenderam que eram parte de um golpe quando viram civis subindo nos tanques. 

Entretanto imagens gráficas foram compartilhadas nas redes sociais onde supostamente mostravam a decapitação de um soldado turco na sequência da tentativa de golpe. 

As imagens mostram o corpo do homem em uma das pontes que cruzam do Rio Bósforo, a Istambul, depois de ter sido supostamente decapitado por apoiantes do partido no poder, o Partido da Justiça e Desenvolvimento (AKP). 

Os soldados, que haviam bloqueado a ponte durante todo o golpe se renderam mais cedo no sábado. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...