15 de jul de 2016

Primeiro-ministro francês, diz: “A França vai ter de conviver com o terrorismo”

Por que não identificar a causa, e combate-la e erradica-la duma vez? Não houve ataques terroristas Jihad na França nos anos 70 e 80. O que mudou? Por que não averiguar isso? 
Mas esse derrotismo não é surpreendente. Valls tem antecessores que há muito tempo disseram: “A França terá de conviver com o Nazismo”. 




Manuel Valls


Ataque em Nice: PM Manuel Valls diz que a França "está confrontando uma guerra." 


Newsweek, 15 de julho de 2016. 


Por Jack Moore


O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, disse nesta sexta-feira que o país foi “confrontado com uma guerra”, após um suposto ataque extremista islâmico no sul da cidade de Nice, no dia anterior, que deixou pelo menos 84 pessoas mortas. 


Um suspeito de terrorismo bateu com um caminhão em foliões no Promenade de Anglais da cidade em um ataque que o presidente francês, François Hollande, disse ser duma “natureza terrorista inegável”. [Nossa!]. O Ministério do Interior francês confirmou que o incidente tinha deixado 50 vítimas em estado crítico. 

Valls anunciou que o estado de emergência posto em prática após os atentados de Paris seria estendido por mais três meses até outubro, após o ataque mortal que ocorreu no Dia de Bastilha na França. 

Os tempos mudaram, e a França terá de conviver com o terrorismo, e devemos enfrentar isso juntos e mostrar nossa coletividade e sangue frio”, disse ele. 

A França é um grande país e uma grande democracia e não vamos permitir que sejamos desestabilizados”, acrescentou. 

O que faremos é trazer a nação francesa a unidade. A única resposta digna (para o ataque) é a França manter o espírito do 14 de julho, a França, estará unida em torno dos seus valores.”. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...