20 de jul de 2016

Falso alarme em Bruxelas: experiência científica foi confundida com bomba




DN, 20 de julho de 2016. 



As autoridades acreditaram que o suspeito tinha explosivos e fecharam uma praça no centro da cidade

Afinal foi falso alarme: o homem suspeito de ter explosivo que obrigou a "fechar" uma praça no centro da cidade de Bruxelas era um estudante de ciências que estava a fazer uma experiência. O jovem causou o pânico em Bruxelas - durante cerca de cinco horas, o estudante esteve cercado por polícias que acreditavam que ele tinha explosivos.

Após os polícias terem declarado que o suspeito estava "sob controlo" foi revelado que tudo não passava de um falso alarme. O suspeito era um estudante que fazia uma experiência sobre radiação e ondas, segundo o jornal Le Soir.


O estudante foi preso e, segundo as autoridades, deve ainda enfrentar um processo por parte da polícia belga. "Como a pessoa foi muito passiva e muito suspeita durante a operação a polícia da zona decidiu instaurar uma ação civil para recuperar os custos da operação", afirmou o porta-voz da polícia, Christian de Coninck.

Durante a tarde, foi montada uma grande operação para deter o estudante, após ter sido dado o alerta de que um suspeito estava na praça "com fios visíveis" a saírem de um casaco comprido. As autoridades montaram um perímetro de segurança, evacuaram várias ruas e cortaram o trânsito. A brigada de minas e armadilhas foi chamada ao local para examinar os dispositivos em questão.

A operação foi dada como terminada e a cidade deverá em breve voltar à normalidade.

O incidente aconteceu numa altura em que as autoridades de segurança estão especialmente atentas pois amanhã é o dia nacional da Bélgica.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...