14 de jul de 2016

O Congresso dos Estados Unidos suspeita de pirataria da China contra regulador bancário

O presidente do FDIC, Martin Gruenberg


DN, 14 de julho de 2016. 



Piratas informáticos entraram no sistema da agência federal que, entre outros, garante os depósitos bancários

Uma comissão do Congresso dos Estados Unidos levantou, na quarta-feira, a suspeita de que o Governo chinês se infiltrou em computadores de um regulador bancário norte-americano, o que os funcionários terão depois tentado encobrir.

O sistema informático do Federal Deposit Insurance Corporation (FDIC) -- a agência federal norte-americana que tem como principal função a garantia dos depósitos bancários -- foi "pirateado por um governo estrangeiro, provavelmente o chinês", refere um relatório divulgado pela Comissão para a Ciência, Espaço e Tecnologia, liderada pelos republicanos, segundo o qual a agência federal tentou depois esconder os ataques.


"A repetida má vontade do FDIC para ser aberta e transparente para com a investigação da comissão levanta sérias preocupações sobre se a agência está ainda a tentar proteger informação", diz o relatório.

Segundo a comissão, o primeiro ataque foi detetado em 2010, seguindo-se outros em 2011 e 2013.

"No total, 12 'estações de trabalho' foram comprometidas e dez servidores do FDIC foram invadidos e infetados por um vírus criado pelo 'hacker'", de acordo com a mesma comissão parlamentar.

"Até o computador da antiga presidente" do FDIC ficou comprometido, enfatiza o documento.

O chefe da Agência de Segurança Nacional, Michael Rogers, disse ao Congresso, em abril, que piratas informáticos chineses continuavam "envolvidos em atividades dirigidas contra empresas norte-americanas".

O presidente do FDIC, Martin Gruenberg, vai comparecer hoje diante da comissão que divulgou o relatório, numa sessão em que o inspetor-geral interno Fred Gibson também vai prestar depoimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...