19 de jul de 2016

França - imigrante muçulmano esfaqueia uma mulher e suas três filhas por estarem usando roupas curtas demais

As glórias da nova Europa multicultural mantem-se manifestando com um novo esplendor. 






Um homem esfaqueia uma mulher francesa e suas três filhas por se vestirem roupas curtas demais.  







Telegraph, 19 de julho de 2016. 









Uma mulher francesa e suas três filhas foram gravemente feridas quando foram esfaqueadas em um resort de férias na terça-feira por um homem de origem marroquina que supostamente gritou que elas estavam usando muito pouca roupa. 

O homem foi preso após o ataque na estância alpina de Colombe, perto de Laragne, no sul da França. 

A mais jovem, com idade entre 8 anos, foi levada às pressas para o hospital em Grenoble com um pulmão perfurado, de acordo com relatos iniciais. 

Sua mãe, de 46 anos, e as irmãs com idade entre 12 e 14 anos, estão sendo tratadas no hospital de Gap, perto do local do ataque. Suas lesões são graves, mas não fatais, disseram fontes hospitalares. 

Os relatos iniciais afirmam que o homem as atingiu porque ele estava irritado por saírem “pouco vestidas”, mas um promotor local tem negado isso. 

Raphael Balland, o promotor da Gap, disse: “Eu queria anular o atual rumor circulando, porque em nenhum caso este homem fez tais comentários sobre o fato de que o ataque poderia ter sido motivado por um código de vestimenta das vítimas”. [Sei!]. 

O homem logo foi preso após o ataque na estância alpina de Garde-Colombe, perto de Laragne, no sul da França. 

O agressor, nomeado como Mohamed B, de 37 anos, “Pode ter agido por motivos religiosos”, informou o canal de televisão francês TF1. 

Apesar da negação do promotor, o TF1 relatou que ele estava com raiva de que as meninas estavam usando roupas curtas. 

A mãe tinha ajudado o agressor quando ele ficou doente no dia anterior, disse TF1. 

Ele esfaqueou as meninas enquanto tomavam café da manhã no terraço de sua moradia e, em seguida, entrou e esfaqueou sua mãe. 

O ataque ocorreu por volta das 10hs. O agressor esfaqueou as três meninas no terraço de sua casa antes de atacar sua mãe no interior. 

Ele a esfaqueou no peito, relata o jornal Dauphine Libere. 

O prefeito local, Edmond Francou, disse que preferia “não especular sobre o motivo do ataque”, na sequência do massacre em Nice, na semana passada. 

O agressor, de origem marroquina tem um registro policial por crimes menores ao longo dos últimos 15 anos. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...