30 de jun de 2016

Putin acusa OTAN e estende mão à Turquia

Vladimir Putin Tayyip Erdogan


EuroNews, 30 de junho de 2016. 




Por Ricardo Figueira | Com REUTERS



Vladimir Putin culpa a NATO de estar a provocar uma nova corrida ao armamento. O presidente russo diz que a Aliança Atlântica entrou numa estratégia anti-Rússia e que isso tem vindo a ser provado ao longo dos últimos anos. As palavras foram ditas no encontro com os diplomatas russos no exterior, que acontece de dois em dois anos.




“Não vamos ceder a este frenesim militarista. Parece que querem provocar uma corrida ao armamento custosa e fútil, para desviarem a nossa energia e os nossos recursos das tarefas importantes do desenvolvimento socioeconómico”, disse o presidente russo.

A Rússia está agora apostada na normalização das relações com a Turquia. Já afetadas pelas divergências sobre o conflito na Síria, foram ao fundo com o abate de um avião russo por parte dos turcos, no ano passado.

Putin diz que a Turquia já pediu desculpas: “Sabemos que Ancara já pediu desculpas pelo abate do caça-bombardeiro russo. Tendo isso em consideração, vamos tomar medidas para restaurar a cooperação bilateral”.

Quanto ao “Brexit”, Putin insistiu que é um assunto interno do Reino Unido e que não pretende interferir, mas disse que Londres vai ter de provar que sabe por em prática os princípios da democracia – democracia essa que o ocidente diz não ser a especialidade de Putin.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...