27 de jun de 2016

Áustria - refugiados proibidos de usarem piscina pública após ataque sexual

A cidade de Mistelbach onde o incidente aconteceu. Bwag / Wikimedia



The Local Áustria, 24 de junho de 2016.



Uma piscina austríaca proibiu temporariamente todos os refugiados depois que uma menina de 13 anos de idade foi supostamente seguida até o vestiário feminino e molestada sexualmente. 

A polícia está investigando o ataque que teria ocorrido em uma piscina na cidade de Mistelbach, cerca de 60 milhas ao norte de Viena.

Segundo o jornal Heute, a menina e testemunhas disseram à polícia que o homem tinha a pele escura e era um estrangeiro.

Na sequência de uma reunião de emergência após o incidente, as autoridades locais decidiram colocar um sinal em Inglês na piscina onde se lia “hoje nenhuma entrada para os refugiados”.


[Nota: eles não entendem nem o austríaco, como vão entender o Inglês? Só por Deus].

“Esta decisão não foi tomada de ânimo leve, mas eu devo assumir a responsabilidade”, disse o prefeito local Alfred Pohl, que descreveu a notícia do incidente como um “choque” [nossa!].

Pohl também confirmou que eles estão contratando dois seguranças para patrulhar a área.

“A proibição dos requerentes de asilo a partir da piscina é temporária até que a segurança esteja no local”, afirmou ele.

Sentença de seis anos pelo estupro na piscina.

Também se sucedeu um incidente separado semelhante em uma piscina em Viena no final do ano passado, em que um requerente de asilo do Iraque estuprou um menino de 10 anos de idade no banheiro.

Amir de 20 anos, que é casado e tem o seu próprio filho – disse à polícia no momento que aquilo foi uma “emergência sexual”, quando ele atacou o estudante.

Ele se declarou culpado diante do tribunal na Áustria em abril e foi condenado a seis anos este mês por abuso sexual grave de um menor.


Fonte:http://www.thelocal.at/20160624/pool-bans-all-refugees-after-attack-in-austria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...