15 de abr de 2016

Jihadista de Bruxelas estrelou um documentário sobre o sucesso da integração imigrante

Osama Krayem


Suposto terrorista de Bruxelas foi estrela dum documentário sobre a integração bem sucedida dos imigrantes.




Breitbart News, 15 de abril de 2016.




Por Oliver JJ Lane.



O portador de passaporte sueco, é também um homem de origem síria preso na Bélgica na semana passada por seu envolvimento nos ataques a bomba em Bruxelas, e é também um ex-garoto propaganda nos esforços da Suécia para a integração dos imigrantes em sua sociedade. 

Agora acusado de assassinato, e filmado pelas câmeras da CCTV carregando bolas que continham dispositivos explosivos que mataram 32 civis, o islamita Osama Krayem já havia sido aclamado como um modelo de integração. Um ex-funcionário da cidade de Malmo, com idade de 11 anos, Osama estrelou um documentário sobre imigrantes na Suécia. 

Ambos os pais de Osama são imigrantes que vieram da Síria para a Suécia, disse o tabloide Aftonbladet, e que eles queriam ver o seu filho se integrar a sociedade sueca. A família participou dum documentário em 2005, chamado “Sem Fronteiras – um filme sobre desporto e integração”, na qual Krayem, louco por futebol demonstra junto com a sua equipe o futebol de Malmo, que os ajudou a se estabelecerem na sociedade sueca. 

O clube tinha posto em prática um projeto de integração, incentivando jovens imigrantes locais a jogar futebol. O gerente de marketing do Clube, Christer Girke falou sobre o programa: “Nós queríamos mostrar a importância da integração... Os meninos foram para a associação para ver o que os outros suecos e ficaram para conhecer as [Futebol] associações que eram importantes, e como poderiam arranjar uma porta de entrada para um emprego ou algo mais.”. 
  
Na época do lançamento do filme, ele tinha dito a mídia local: “90% dos nossos membros têm experiência com imigração, já que esta integração é algo sobre o qual eu penso muito. Com este projeto queremos assumir a responsabilidade perante a sociedade em que estamos sendo criados. E o modo como somos criados com as pessoas.”. 

Um amigo da escola disse ao jornal que ele era “notável” pelo fato de não ir a festas ou beber por causa de sua religião. Mesmo quando Krayem começou a postar fotos de si mesmo no Facebook com bandeiras do Estado Islâmico e armas, seus velhos amigos não acharam que isso era uma coisa errada. Um disse que só pensava que Krayem estava tentando parecer “legal”, e que eram coisas que todos os jovens “costumam fazer”. 

Um filme com um orçamento de € 22.000, uma revisão na noite de abertura de “Sem Fronteiras”; em Sydsvenskan chama o filho da família Krayem louco por futebol – os jogadores centrais do filme – e ele como estando no papel principal dos esportistas que fazem parte da integração. 

Quando Osama Krayem começou a trabalhar num conselho da cidade de Malmo como estagiário de gestão, ele pode ter exibido sinais exteriores de assimilação que se esperava dele, mas o que seus empregadores não sabiam é que ele estava guardando o seu salário para comprar passagens para a Síria. Ele trabalhou por um ano, quando de repente deixou tudo para trás em um dia de trabalho em 2014. 

Osama tinha se juntado com sucesso ao Estado Islâmico e começou a postar fotos de suas façanhas no Facebook. Um ano depois, Krayem trocou o enclave migrante no qual ele tinha crescido em - Rosengard – por outro. Viajando através da Grécia como um refugiado, ele veio residir em Molenbeek e Bruxelas, e assumiu o papel de liderança na organização dos atentados. 

Que os imigrantes superficialmente integrados poderiam estar tramando ataques ou atividades criminosas não é um fenômeno limitado a Suécia.

Breitbart Londres relatou em janeiro que quatro migrantes “menores desacompanhados” abusaram sexualmente duma menina em sua nova escola logo após chegarem. 

A diretora da escola responsável pelos meninos, que abusaram da menina de 14 anos, disse que eles estavam “se integrando muito bem” na sociedade austríaca.   


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...