5 de mar de 2018

Alemanha – A Alemanha deveria se livrar da palavra “pátria” de seu hino nacional? – Feminazismo e ideologia de gênero





The Local De, 05 de março de 2018. 



No domingo, a comissária de igualdade do governo alemão fez manchetes ao sugerir que era a hora de tornar o hino nacional menos machista. Então apagar a palavra pátria do hino será a solução? 

Kristin Rose-Mohring, comissária de igualdade no Ministério Federal da Família, acredita que é hora da Alemanha alterar o seu hino nacional para torná-lo mais igualitário, informou o jornal Bild am Sonntag


A palavra Vaterland (Pátria) deve ser substituída por (terra natal) e a palavra Brudelich (fraterna) deve ser substituída por Couragiert (corajosa), sugeriu ela em um documento interno visto pelo tabloide. 

Por que não fazemos o nosso hino nacional, o Deutchlandlied, de gênero igual?”, acrescentou Rose-Mohring, escrevendo: “Isso não nos prejudicaria… isso nos beneficiaria junto com o recente estabelecimento de um ministério para a construção e a pátria”.

Se a Alemanha reescrever o seu famoso hino nacional, não será o primeiro país a fazê-lo. A Áustria, sua vizinha já mudou as palavras “lar de grandes filhos” para “lar de grandes filhos e filhas” em seu hino. O Canadá também recentemente fez com que seu hino nacional agregasse mais igualdade de gênero. 

Mas a sugestão da comissária alemã foi abalada pela Chanceler Angela Merkel, cujo porta-voz Steffen Seibert disse que ela estava “satisfeita com o hino atual”. 

Julia Kloeckner, do partido CDU de Merkel, também se opôs, dizendo: “Eu teria pensado em outras coisas que eram mais importantes para as mulheres do que mudar o hino nacional”. 

E a secretária-geral da CDU, Annegret Kramp-Karrenbauer, também disse que não via a necessidade de mudança. 

Eu sou uma mulher emancipada e nunca me senti excluída por este hino”, disse ela. 

A Alternativa para a Alemanha [partido político] também criticou no Twitter, dizendo: “Nós não vamos render a nossa pátria!”. 

Os debates em torno da identidade alemã tornaram-se uma verdadeira batata quente, já que o AfD anti-imigração aproveita o tema para conquistar eleitores usando como exemplo também a chegada de mais de um milhão de requerentes de asilo [muçulmanos] que chegaram à Alemanha desde 2015. 

O partido recentemente pediu que o alemão fosse inscrito na constituição como língua oficial do país. 

O texto do hino nacional alemão baseia-se em um poema escrito em 1841 em agosto por Heinrich Hoffmann von Fallersleben, cantando uma melodia composta no final do século 18 por Joseph Haydn. 

As reações online à sugestão de Rose-Mohring foram variadas. 

Um usuário no Twitter escreveu “o hino nacional também vai se tornar feminino… estou esperançosa… ganhei o meu dia”. 


O colunista conservador do Diet Welt, Henryk Broder, também comentou ironicamente que estava satisfeito com a sugestão, dizendo que “se esse é um problema real que este país enfrenta, então agora podemos ser felizes”. 

Artigos recomendados: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...