12 de mai de 2017

Suécia – Grécia condena dois “suecos” que tentavam entrar na Turquia com armas

Os dois homens foram presos perto da fronteira com a Turquia. 


The Local SC, 12 de maio de 2017. 



Dois detentores de passaportes suecos que tentaram entrar na Turquia carregando itens de combate foram condenados a 15 anos de prisão por um tribunal grego. 

Na sexta-feira o tribunal entregou as sentenças para os dois jihadistas islâmicos suspeitos, que têm o estatuto de refugiado na Suécia, depois que tentaram entrar na Turquia transportando armas. 

O advogado dos suspeitos disse que os homens apelariam contra a sentença. Eles permanecerão encarcerados até o próximo julgamento, a data para qual não foi dada. 


A dupla – Mirsad Bektasevic, um jovem de 19 anos de ascendência bósnia [sueco..sei!], juntamente com outro jovem de ascendência iemenita que não foi identificado – foram capturados em janeiro de 2016 perto da fronteira com a Turquia. 

Dentro de sua bagagem a polícia encontrou dois facões, uniformes do exército e outros apetrechos de combate. 

Os suspeitos insistiram que os itens tinham sido comprados legalmente em Atenas como lembranças. 

Bekatasevic, que nasceu em Sarajevo, mas cresceu perto de Gotemburgo, havia sido preso na Bósnia em 2005, após uma batida policial em sua casa onde foram encontrados um sinto explosivo suicida e explosivos e um vídeo mostrando um homem com um rosto coberto ameaçando atos terroristas contra o Capitólio dos Estados Unidos e da Casa Branca. 

Ele foi condenado a até 14 anos de prisão na Bósnia, mas foi libertado em 2011. 

Artigos recomendados: 


Nenhum comentário:

Postar um comentário