4 de mar de 2017

Suécia – ministra sueca revisa o seu comentário sobre estatísticas de crimes sexuais na Suécia

 A ministra da Integração da Suécia, Ylva Johansson.


The Local SC, 04 de março de 2017. 



A ministra de Integração da Suécia, Ylva Jonhansson, fez uma reviravolta após ter dito à BBC que o número de denúncias de crimes sexuais na Suécia estava caindo. 

Durante uma recente entrevista com a BBC, a ministra disse que “podemos ver que o nível está diminuindo, e descendo, e descendo”. 

No entanto, este não é o caso. As estatísticas mais atrasadas mostra que realmente um crescimento de 13% em crimes sexuais relatados na Suécia em 2016, e um aumento geral nos dez últimos anos (isso será abordado mais à frente). 


Usuários suecos de mídia social – incluindo parlamentares, economistas e criminologistas – foram ao Twitter para apontar o erro da ministra após a sua aparição na TV. 

A porta-voz da política do trabalho do Partido Moderado, Elisabeth Svantesson estava entre aqueles que criticaram Johansson. 

Não precisamos de mais notícias falsas”, escreveu no Twitter, pedindo que a ministra se explique. 

De que forma o número de crimes sexuais está diminuindo?” ela acrescentou. 


Johansson se corrigiu no sábado. 

Baseei minha resposta em informações que eu tinha na época, que o número de denúncias de estupros foi reduzido em 2015”, disse ao jornal Dagens Nyheter

Foi errado da minha parte falar das estatísticas baseando-me somente em um único ano. Os números preliminares para 2016 infelizmente mostram que os números estão em ascensão”. 

É importante estar correto, é claro”, acrescentou. 

De fato, o número de estupros relatados na Suécia aumentou em 13% em 2016 para 6.560. 

Mas quando esse número é comparado a 2014, onde o número de estupros relatados foi de 6.700, então uma ligeira diminuição pode realmente ser vista, como a ministra disse em sua correção. Em outras palavras, o número de estupros relatados na Suécia caiu em 2015 (abaixo de 12% para 5.920), e em 2016 retornou ao mesmo nível de 2014. 

Visto em dez anos, o número de violações reportadas aumentou de 4.208 em 2006, em parte devido a mudanças legislativas no ano anterior e em 2013, ampliando a definição, de acordo com o Conselho Nacional sueco para a Prevenção ao Crime (Bra). 

Leia mais aqui!.

Artigos recomendados: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário