24 de mai de 2018

Holanda – Cultivo ilegal da maconha é muito maior do que se pensava – A falácia de “A guerra as drogas falhou” Falhou!



Nltimes, 24 de maio de 2018


Por Janene Pieters


O cultivo ilegal da maconha nos Países Baixos é muito maior do que se pensava anteriormente, disse a Statistics Nerthelands em uma revisão de dados econômicos antigos. De acordo com o escritório de estatísticas, muitos outros plantadores de ervas ilegais permanecem fora do radar da polícia do que se supunha anteriormente. 

Em 2015, o escritório de estatísticas presumiu que 40% dos cultivadores ilegais da maconha foram capturados pela polícia. Mas novas informações da Polícia Nacional indicam que é mais realista supor que foram cerca de 20%. 

Isso também significa que o lucro do setor ilegal da maconha é ainda maior do que se pensava anteriormente. De acordo com a Statistics Netherlands, cerca de 1,5 bilhão de euros devem ser adicionados à estimativa de 2015 da contribuição total das atividades ilegais para a economia. O escritório de estatísticas aumentou a escala dessa economia ilegal para 4,8 bilhões de euros. 

Nessa revisão, a Statistics Netherlands analisou todos os tipos de dados econômicos de 2015. Os números revisados também mostraram que o total da economia na Holanda é 1% maior do que se pensava anteriormente. Mas isso poderia ter consequências para o dinheiro que a Holanda tem que pagar à União Europeia, já que o valor que os países da União Europeia pagam por sua filiação é calculada com base nesse tipo de dados econômicos, de acordo com a NU.nl.

Os Países Baixos podem enfrentar uma imposição suplementar substancial de Bruxelas. A grande revisão anterior, há alguns anos, fez com que a Holanda pagasse à UE mais de 643 milhões de euros. 

As consequências desses números revisados só serão claras no final deste ano. No ano de junho, a Statistics Netherlands divulgará números revisados para vários outros anos. 
Nota: no quarto parágrafo é falado sobre a contribuição econômica do comércio ilegal. Aparentemente [é uma especulação], existe um tipo de recomendação europeia da União Europeia para que os países contabilizem as atividades ilegais no balanço de suas economias, ou seja, somar todas as atividades ilegais que deem algum tipo de contribuição para o desenvolvimento econômico do país. Ao que parece, somente atividades relacionadas ao tráfico de drogas, pirataria e prostituição são equacionadas, de modo que ficam de fora as práticas consideradas mais danosas e hediondas. Isso, eu acredito, faz parte da política de redução de danos, que busca um método menos "intrusivo" na vida do dependente, e até mesmo daqueles envolvidos no comércio ilegal. Prostituição e outras atividades idem. Segundo o dado, a contribuição dessas atividades para a Holanda deu um impulso de 1%, o que não é motivo para liberais idiotas celebrarem, pois, como foi dito, isso só aumenta a despesa da Holanda para com a União Europeia, que suga os lucros dos estados-membros que devem contribuir se quiserem continuar sendo membros. Em suma: não há lucro nenhum na permissiva política de drogas da Holanda. Além dos custos com a criminalidade galopante e o vício que destrói vidas. 
Artigos recomendados: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...