23 de jan de 2018

Afegão “refugiado” estuprou a filha de quatro anos de sua família adotiva alemã e escapa da punição




Speisa, 22 de janeiro de 2018. 



Um “refugiado” afegão chamado Mahdi A. Mudou-se para viver com uma família adotiva na capital alemã Berlim e, aparentemente, tudo ocorreu muito bem por pelo menos 14 meses, mas no verão de 2017, Mahdi A estuprou a filha de quatro anos de idade, enquanto um de seus amigos afegãos observava enquanto ele estuprava a menina, relata o noticiário alemão Focus

Mas as autoridades alemãs pararam a investigação do caso. Isto ocorreu em parte porque o criminoso afegão afirmou ter 13 anos quando ocorreu o estupro e, portanto, não estava sob a idade de responsabilidade criminal.  Mas um relatório da polícia mostra que o afegão provavelmente tinha pelo menos 15 anos na ocasião e, portanto, deveria ter sido punido criminalmente. Mas o promotor alemão se recusou a fazer o teste de idade do estuprador o que acabou fazendo com que ele fosse liberto. 

Mahdi A fugiu para a Suécia, onde ele agora mora sob um nome diferente. 

Artigos recomendados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...