12 de jun de 2017

Ex-guerrilheiros terroristas islâmicos vencem legislativas no Kosovo




Euronews, 11 de junho de 2017 



A coligação nacionalista de ex-guerrilheiros [islâmicos] do Kosovo venceu este domingo as legislativas antecipadas no antigo território sérvio de maioria albanesa, marcadas também pelo resultado mais alto de sempre para os ultranacionalistas do partido da Autodeterminação, em segundo lugar no sufrágio.

Com mais de 40% dos votos a aliança de três formações liderada pelo Partido Democrático PDK coloca o antigo primeiro-ministro Ramush Haradinaj na rampa de lançamento para liderar o próximo governo, segundo as sondagens à boca das urnas.



O ex-guerrilheiro “Rambo” do exército de libertação UçK, considerado um herói no território é, no entanto, suspeito de crimes de guerra na Sérvia. Haradinaj exige igualmente que Belgrado reconheça a independência do Kosovo para prosseguir o processo de normalização entre os dois territórios requerido pela União Europeia.

A coligação do líder moderado, Avdullah Hoti, da Liga Democrática do Kosovo, ficou no terceiro lugar, com 27%, dois pontos atrás dos ultranacionalistas que rejeitam o diálogo com a Sérvia e defendem a unificação do Kosovo com a Albânia.

O resultado deverá forçar ex-guerrilheiros do PDK e moderados da ldk a tentar chegar a um acordo para reeditar o governo que tinha terminado abruptamente com uma moção de censura, obrigando à convocação das terceiras eleições legislativas do território desde a independência unilateral da Sérvia em 2008.

Artigos recomendados: 



Nenhum comentário:

Postar um comentário