13 de jun de 2017

Deputados da Irlanda do Norte estão sob ataque por defenderem a vida e a família




LifeSiteNews, 13 de junho de 2017 




12 de junho de 2017 (SPUC) – A Sociedade para a Proteção dos Nascituros lançou uma petição convidando a primeira-ministra Theresa May a condenar os ataques feitos contra os deputados da Irlanda do Norte que se opõem ao aborto e ao “casamento” entre pessoas do mesmo sexo. 

A petição foi elaborada na sequência de críticas generalizadas feitas ao acordo proposto [pelo governo de May] com o socialmente conservador Partido  Unionista Democrático (DUP) para manter o governo conservador [britânico] minoritário  no poder. Nos últimos dias, houve uma chuva de ataques ao DUP na mídia e aos seus políticos por causa de seus pontos de vistas e dos pontos de vista dos seus deputados na Irlanda do Norte que aderem a posições cristãs sobre o aborto e o casamento. 

Intolerância 

A petição pede a primeira-ministra que condene o fanatismo anticristão sendo exibido nos ataques aos deputados pró-vida e socialmente conservadores e que reconheça que a manutenção desses valores não é “extremista”. 

O deputado trabalhista, Jo Stevens, tuitou dizendo que um pacto com o DUP seria “horripilante” depois de ter sugerido anteriormente que ele [o pacto] poderia desencadear um debate sobre o aborto com o Partido Conservador. Destacando inclusive que “um governo que inclui o DUP é definitivamente uma má notícia para as mulheres”. 

Uma porta-voz do BPAS disse que “10 deputados com opiniões francamente extremistas sobre o aborto não devem ser autorizados a ameaçar uma área de cuidados de saúde em que uma em cada três mulheres precisará na vida.”. 

Sob ataque do lobby pró-aborto. 

Liam Gibson, agente de desenvolvimento da Irlanda do Norte na SPUC, explicou por que a petição é necessária:

A Irlanda do Norte tem firmemente resistido a todos os esforços para implementar a legalização do aborto que resultaria inevitavelmente em uma matança de bebês inocentes. É por iso que os Mps da Irlanda do Norte cujo apoio Theresa May necessita para formar um governo estão sob total ataque incessante pelo lobby pró-aborto neste instante. 

Esta petição vai dar às pessoas a oportunidade de enviar uma mensagem a primeira-ministra pedindo a ela para enfrentar os bullies e os fanáticos procurando demonizar qualquer um que rejeita as políticas sociais que levaram à morte de mais de 8,7 milhões de crianças não-nascidas sob a Lei do aborto na Grã-Bretanha.”

O CEO da SPUC John Smeaton acrescentou: “Os pró-vida e pró-família e os cidadãos da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte não serão silenciados pelos ataques brutais sobre os valores pró-vida e pró-família dos Mps da Irlanda do Norte que estão atualmente no centro das atenções conforme Theresa May busca formar um governo com o seu apoio”. 

Artigos recomendados: 


Nenhum comentário:

Postar um comentário