7 de jun de 2017

Canadá – pelo menos 2.458 canadenses morreram de overdoses relacionadas a opióide em 2016: diz relatório




CBC, 06 de junho de 2017. 



O prefeito de Vancouver Gregor Robertson chamou as mortes por overdoses na cidade relacionadas ao fentanil de um “banho de sangue”. 

Pelo menos 2.458 canadenses morreram de overdoses aparentes relacionadas a opiáceos em 2016, diz a Agência Pública de Saúde do Canadá. 

Isso equivale a sete pessoas por dia morrendo de uso de opiáceos, disse a agência na terça-feira em nome do Comitê Consultivo Especial federal e territorial sobre a epidemia de overdoses de opióides. 

Em abril, o comitê concordou em definir a morte relacionada a opiáceos como causada por intoxicação ou intoxicação como resultado do uso de drogas, quando uma das drogas é um epióide. 


Na segunda-feira, o prefeito de Vancouver, Gregor Robertson, chamou a morte por overdose relacionada ao fentanil na cidade, de “um banho de sangue” sem fim aparente. O fentanil é um opiáceos especialmente poderoso. 

O oeste do Canadá experimentou as maiores taxas, sendo que as mais notórias taxas de mortalidade relacionadas ao opióides é de mais de 10 por 100.000 habitantes para Yukon, Territórios do Noroeste, Colúmbia Britânica e Alberta, de acordo com o novo relatório.  

A nível nacional, a aparente taxa de mortalidade relacionada ao opióide no Canadá era de 8,8 por 100.000 habitantes, sem ajustar a idade. 


Em comparação, o câncer é a principal causa de morte no Canadá, com previsão de cerca de 78.800 canadenses morrendo de câncer a cada ano, cerca de 30% de todas as mortes no país. Em 2012, a taxa de mortalidade padronizada pelo câncer foi de 296 casos por 100.000 habitantes. 

A agência informou que a informação sobre as mortes por consumo de opiáceos/opióides  não está disponível no momento. 

Ontário, Newfoundland e Labrador relataram mortes relacionadas a droga em 2015.  

Artigos recomendados: 



Nenhum comentário:

Postar um comentário