5 de ago de 2016

Suécia - navio e cruzeiro de luxo para requerentes de asilo da Suécia disse que vai zarpar

O navio de cruzeiro Oceano Gala



The Local SC, 05 de agosto de 2016. 



O proprietário de um navio cruzeiro de luxo e casa de requerentes de asilo na Suécia disse que vai zarpar depois que um tribunal decidiu que a embarcação deve deixar o porto.

As acomodações flutuantes lutam para manter o Ocean Gala no porto de Utansjo na costa leste da Suécia desde que o município de Harnosand negou o direito de ficar lá no ano passado. O município proibiu o navio de atracar em seu porto. 

E na sexta-feira, o Tribunal Regional da Terra e Meio Ambiente de Ostersund rejeitou um recurso da empresa contra a proibição. Essa decisão pode pôr fim a uma disputa complicada sobre o futuro do navio como uma forma de acomodação de asilo na Suécia. 

O argumento remonta a fevereiro, quando a Suécia assinou um acordo com a empresa de transporte marítimo para abrigar 1.800 requerentes de asilo a bordo do Ocean Gala. O plano original era para atracasse o navio no porto de Utansjo de Harnosand, mas o município vetou a hospedagem do navio. 


O conselho de imigração sueco Migrationsverket aceitou o veto em abril, antes acordo de alojamento com a empresa de transporte em 07 de julho, ser totalmente descartado, dizendo que era vazio, depois que não conseguiram obter as autorizações necessárias. 

A autoridade também rejeitou a demanda da empresa para que lhe fossem pago 800.000 coroas ($ 93.786) por dia para cobrir o aluguel dos lugares a bordo do navio. Mas a discussão não tinha terminado.  

Ele brevemente terá de retirar as acomodações flutuantes e responder por aportar o Ocean Gala em Utansjo, em todo caso, argumentando que não exigem permissão de planejamento para o fazer. Assim que o navio atracou, o município de Harnosand informou que o proprietário do porto contatou a polícia, dizendo que [ele] não tinha o direito de hospedar o navio.

As acomodações flutuantes alegam que o município tinha feito campanha contra eles para parar o seu projeto, e recorreram a proibição do porto de Utansjo ao Tribunal da Terra e Meio Ambiente de Ostersund. 

Mas com esse apelo rejeitado hoje pelo tribunal, essa pode ser finalmente a hora do Ocean Gala zarpar.  


Nenhum comentário:

Postar um comentário