22 de ago de 2016

Itália: Mini-cimeira europeia sobre Brexit





Euronews, 22 de agosto de 2016. 



Antecipando a cimeira europeia de Setembro, três líderes europeus reunem-se para “mostrar a unidade dos três maiores países da União” face ao Brexit, tema dominante do encontro.

Angela Merkel, Mateo Renzi e François Hollande escolheram um lugar simbólico. O encontro decorre no porta-aviões Giuseppe Garibaldi, em Ventotene, uma pequena ilha ao sul de Roma na costa napolitana.


Na ilha de Ventotene esteve detido o ativista anti-fascista Altiero Spinelli, em 1941, [Spinelli nasceu em Roma, e se juntou ao Partido Comunista Italiano (PCI)]  e foi aqui que começou a co-escrever o “Manifesto de Ventotene”, com Ernesto Rossi, em que apela à organização de uma federação de estados europeus para contrariar o "nacionalismo" que levou a Europa à guerra.

A cimeira realiza-se sob fortes medidas de segurança, com limitação do acesso de turistas a Ventotene, encerramento do espaço aéreo e uma numerosa presença policial na pequena ilha.

Os líderes europeus vão prestar homenagem depois a um dos fundadores da unidade europeia, na tentativa simbólica de enaltecer o projeto europeu após a decisão da Grã-Bretanha em abandonar a união.


Merkel, Renzi e Hollande discutem futuro da Europa pós-Brexit


Como vai ser a Europa depois do Brexit – É uma questão a que tentaram responder os líderes políticos das três maiores economias da Europa continental, numa altura em que a onda migratória e o antiterrorismo são os maiores desafios que o continente enfrenta.

Matteo Renzi, primeiro-ministro de Itália, François Hollande, presidente francês, e Angela Merkel, chanceler da Alemanha, encontram-se na ilha italiana de Ventotene, que foi em tempos uma fortaleza para os presos políticos, para discussões a três.



“Muitos pensavam que a Europa acabasse depois do Brexit. Não é verdade. Respeitamos a escolha dos cidadãos britânicos, mas queremos escrever uma página de futuro. Por isso, a segurança interna, a segurança externa e a luta por uma defesa comum, a colaboração entre serviços secretos, a maior integração das indústrias nacionais de defesa e o projeto da Comunidade Europeia de Segurança são prioridades absolutas”, disse Renzi.

Esta “minicimeira” acontece antes da cimeira de Bratislava, a primeira dos 28 Estados-membros depois do referendo britânico. Foi uma ocasião de homenagear Altiero Spinelli, resistente comunista "antifascista" italiano, um dos criadores da ideia que viria a transformar-se na União Europeia.

Outra das ideias conjuntas dos três líderes é o alargamento do programa de intercâmbio de estudantes Erasmus, que celebra agora 30 anos.


Por Ricardo Figueira.


Nenhum comentário:

Postar um comentário