23 de jul de 2018

França: Soltando Extremistas

Gatestone, 23 de julho de 2018 


450 Islamistas Radicalizados a Serem Libertados em 2019



Por Ives Mamou 


  • O governo que quer deportar investidores japoneses é o mesmo que consentiu em receber 100 mil migrantes do Norte da África e da África Subsariana, isso só em 2017, a maioria sem qualquer qualificação e sem dinheiro.
  • O mesmo governo que quer deportar os japoneses, criadores de um novo e espetacular vinho na França, está prestes a soltar da prisão o terrorista Djamel Beghal, da Al Qaeda, ligado ao massacre na redação da revista Charlie Hebdo em 2015.
  • "Tememos que haja uma ligação entre as gangues muçulmanas dos subúrbios e os jihadistas que estão na iminência de serem libertados de um lado e os jihadistas que estão retornando da guerra no Iraque do outro".

Uma história curiosa está chamando a atenção na França. Dois produtores de vinho japoneses que vivem em Banyuls-sur-Mer desde 2016 foram notificados que terão que deixar a França devido à falta de recursos financeiros. Rie Shoji de 42 anos de idade e Hirofumi Shoji de 38, chegaram ao país em 2011 com a intenção de se tornarem produtores de vinho. Primeiro eles trabalharam como agricultores e comerciantes de vinhos em Bordeaux e Burgundy, estudaram e receberam diplomas de administração agrícola e enologia. Em 2016 eles investiram US$170 mil na compra de terras. O projeto era produzir um vinho natural orgânico na região dos Pirineus Orientais, onde tudo é produzido artesanalmente.

Igreja Católica denuncia perseguições na Nicarágua





Euronews, 23 de julho de 2018 



Agora é a Igreja Católica a denunciar perseguições na Nicarágua. O cardeal Leopoldo Brenes, arcebispo de Managua, garante que os templos têm servido de refúgio para manifestantes que escapam dos ataques armados do Governo do país e por isso têm sido alvo de rusgas e profanações. Desde junho já foram denunciados sete ataques a igrejas.

As declarações de Brenes foram feitas a um grupo de jornalistas, após a Eucaristia dominical na Catedral Metropolitana de Manágua. "Fazer parte do golpe implica que haja um golpe contra o Estado e não tenho intenção de fazer parte de qualquer golpe. Não sou político e nenhum dos bispos é político. Nenhum de nós quer assumir a presidência, nem queremos formar um partido político. Ou seja, não faz sentido dizer que queremos tomar o poder. "

A Inexorável Radicalização da Suécia

Gatestone, 21 de julho de 2018 





  • A polícia informou que crianças muçulmanas disseram a seus colegas de classe que irão cortar suas gargantas e mostram decapitações em seus celulares, de acordo com um novo estudo sobre o salafismo na Suécia elaborado pela Universidade de Defesa da Suécia.
  • "Muitas mulheres vivem numa situação pior na Suécia do que em seus países de origem" — funcionário da saúde sueco.
  • Essa incapacidade, cegueira deliberada, é provavelmente um retrato mais correto de enxergar que o terrorismo jihadista não aparece do nada e sim é alimentado em determinados ambientes, não é de maneira alguma uma conjuntura exclusivamente sueca. A insistência de tantas autoridades europeias e ocidentais de caracterizarem os ataques terroristas como casos de "doenças mentais" ilustra cabalmente o problema.


Um novo estudo [1] sobre o salafismo na Suécia, conduzido pela Universidade de Defesa da Suécia, pinta uma imagem sombria da radicalização dos muçulmanos em curso na Suécia.

Os salafistas são os "antepassados devotos" das primeiras três gerações de seguidores de Maomé, sua ideologia chegou a ser associada nas últimas décadas à al-Qaeda e ao ISIS, bem como aos grupos locais ligados à al-Qaeda. Segundo o estudo, os salafistas que acreditam no Islã praticado pelos primeiros seguidores de Maomé, tendem a rejeitar a sociedade ocidental em favor de um Islã "puro": "nem todos os salafistas são jihadistas, mas todos os jihadistas são salafistas". [2]

18 de jul de 2018

Reino Unido: País de Gales – primeiro-ministro galês prioriza a criminalização dos pais que usam castigo físico em seus filhos




Instituto Cristão, 18 de julho de 2018 



O primeiro-ministro galês disse que uma proibição de castigos físicos é uma de suas maiores prioridades durante os seus últimos meses no cargo. 

Carwyn Jones deixará o cargo de primeiro-ministro em dezembro, mas em sua declaração anual feita ontem, ele delineou planos para novas leis que ele quer que a Assembleia Galesa promova no próximo ano. 

A proibição está sendo combatida por ativistas pró-pais do Be Reason. 

O Abuso Contra os Cristãos Coptas do Egito

Gatestone, 17 julho de 2018 






  • A violência e o incitamento à violência dirigidos pelos muçulmanos egípcios contra os coptas, em especial pelas campanhas sectárias organizadas pela Irmandade Muçulmana e grupos do mesmo cunho, constituem crimes contra a humanidade e devem ser tratados como tais pela comunidade internacional.
  • Sabemos que bastam algumas gotas de limão para azedar uma tigela inteira de leite. Os muçulmanos do Egito, como outros tantos muçulmanos em outros lugares, azedaram todo o rio Nilo, tornando-o tóxico por intermédio do preconceito e violência em sua tradição de fé. Nós muçulmanos degradamos nossa cultura através do autoritarismo e da tendência obstinada de culpar os outros pelos nossos problemas. Dessa maneira distorcemos o Islã que acreditamos ser a revelação definitiva.
  • Os muçulmanos do Egito e de outros lugares sabem por experiência própria até que ponto as potências ocidentais traem na prática o que elas afirmam em teoria quando se trata de apoiar povos oprimidos por regimes autoritários.
  • O que há muito se aguarda do Ocidente é uma política robusta para defender e garantir o respeito aos direitos humanos de todos, especialmente das minorias em países de maioria muçulmana... como no Acordo de Helsinki de 1975.

Nós assistimos e nos apavoramos diante das horripilantes imagens de cristãos coptas decapitados pelo ISIS em 2015 na Líbia e dos repetidos atentados nas últimas duas décadas contra igrejas coptas no Egito. Lemos sobre o massacre de Maspero em 2011, quando tanques egípcios, posicionados para protegerem pacíficos manifestantes cristãos, os atropelaram, dilacerando-os. Persiste o recebimento de relatos sobre o rapto de meninas coptas, obrigadas a se converterem ao Islã e forçadas a se casarem com muçulmanos.

17 de jul de 2018

Espanha – proposta do governo socialista por uma constituição em termos de gênero neutro: ideologia de gênero




The Local Es, 16 de julho de 2018 



O governo socialista da Espanha está tentando apagar “preconceitos” de gênero na Constituição, mas o diretor da Academia Real Espanhola, o guardião do idioma, disse na segunda-feira que o plano é impraticável. 

Na semana passada, a vice-primeira ministra Carmen Calvo pediu à Academia que estudasse a atualização da Constituição de 1978 com uma linguagem “inclusiva”.

Nós temos uma constituição muito masculina que remonta há 40 anos”, disse ela, observando que se referia a “ministros e deputados” com a forma masculina do substantivo. 

14 de jul de 2018

Reino Unido – Grupo "religioso" de “orgulho” gay terá serviço de celebração realizado na capela de John Wesley



CBN, 14 de julho de 2018 






Uma organização conhecida como “Christians at Bristol Pride” no Reino Unido, que se descreve em seu site como “representando todas as pessoas e comunidades LGBTQIA +”, está realizando um “Serviço de Celebração” na manhã de sábado na John Wesley’s Chapel no New Room em Bristol, Inglaterra. 

 O evento atraiu críticas da organização evangélica britânica, “Christian Concern”. 

Andrea Williams, presidente-executiva da Christian Concern, divulgou uma declaração sobre o serviço, dizendo: “A herança do ensino bíblico sobre a sexualidade humana foi fielmente proclamada por homens cristãos como John Wesley deve ser mantida pela igreja, não destruída”. 

A Política de abortos da Anistia Internacional, uma ‘ironia grotesca’




Instituto Cristão, 14 de julho de 2018 



A Anistia Internacional declarou que o aborto é "um direito humano". 

Ela votou pela adoção de uma política para apoiar o acesso “seguro” ao aborto em uma conferência realizada na Polônia no início deste mês. 

A organização é hoje uma das maiores promotoras do aborto no mundo. 

Promovendo o aborto

Em seu site, a Anistia diz agora: “O acesso a serviços de aborto seguro é um direito humano. De acordo com a lei internacional de direitos humanos, todos têm o direito à saúde e têm o direito de estar livres de violência, discriminação e tortura ou tratamento cruel, desumano e degradante”. 

10 de jul de 2018

Reino Unido – médico cristão perde o emprego por se recusar a endossar a ideologia de gênero




CBN, 07 de julho de 2018 



Por Dale Hurd 



O médico britânico David Mackereth perdeu o emprego como assessor médico do governo porque não renunciou à sua crença de que o sexo é estabelecido no nascimento. 

Mackereth, de 55 anos, trabalhou como médico para o Serviço Nacional de Saúde da Grã-Bretanha [NHS] durante 26 anos, principalmente em prontos-socorros, mas foi informado que em sua nova posição como “assessor de deficiência” ele deveria identificar pacientes transexuais com o sexo com que eles se identificam, em vez de com o seu sexo de nascimento. 

EUA pedem a Berlim que bloqueiem transferência iraniana





Euronews, 10 de julho de 2018 



O embaixador dos Estados Unidos na Alemanha, Richard Grenell, pediu ao Governo de Angela Merkel para impedir a transferência de 300 milhões de euros em dinheiro vivo que o Irão tem planeada.

Teerão pretende evitar que a quantia seja congelada pelas sanções americanas.

Uma porta-voz do Ministério das Finanças alemão já disse que se está a avaliar a possibilidade de a transferência se realizar através do Banco de Comércio Euro-Iraniano, instalado em Hamburgo.

Europa: "A Visão é a de um Estado Islâmico"

Gatestone, 10 de julho de 2018 





  • "A crescente religiosidade não é uma expressão de marginalização. Estamos falando de pessoas bem integradas que querem ser religiosas". — Professor Viggo Mortensen.
  • "A visão é a de um Estado Islâmico, uma sociedade islâmica... Os muçulmanos irão preferir um governo baseado na Lei Islâmica (Sharia). Mas a visão para daqui a vinte anos é que a lei da sharia faça parte da Alemanha, que a sharia será institucionalizada pelo próprio estado". — "Yusuf", na série de documentários Falsa Identidade.
  • "Vou selecioná-los a dedo, um de cada vez. Começarei com as pessoas ao meu redor... Se todo muçulmano fizer o mesmo em sua redondeza, dará certo sem nenhum problema... Não se confronta o alemão através da força, é um processo a conta gotas. Haverá confrontos, mas aos poucos os choques diminuirão, as pessoas aceitarão a realidade." — "Yusuf", na série de documentários Falsa Identidade.
  • A Europa ainda existirá mas, assim como ocorreu com o grande Império Bizantino Cristão que agora é a Turquia, ela ainda incorporará a civilização judaico-cristã?

Um levantamento do governo holandês publicado em junho mostrou que os muçulmanos da Holanda estão se tornando cada vez mais religiosos. O levantamento que foi realizado com base em informações de 2006 a 2015 é um estudo sobre mais de 7.249 cidadãos holandeses com raízes marroquinas e turcas. Dois terços dos muçulmanos da Holanda são provenientes da Turquia ou do Marrocos.

9 de jul de 2018

Erdogan toma posse como presidente da Turquia




Euronews, 08 de julho de 2018 



Recep Tayyip Erdogan toma posse, esta segunda-feira, como presidente da Turquia. Há quinze anos que comanda o país, inicialmente como primeiro-ministro, nos últimos anos como presidente, mas Erdogan terá agora poderes reforçados.

Com o referendo do ano passado, o presidente deixou de ser apenas uma figura cerimonial. O cargo de primeiro-ministro foi abolido e o presidente passará agora a acumular as funções de Chefe de Estado e de Governo.

Desde 2016 que a Turquia vive em estado de emergência, depois de uma tentativa de golpe de Estado, à qual Erdogan respondeu com repressão.

Espanha – A Espanha pode se tornar um novo hotspot migrante, diz chefe da agência de fronteira da União Europeia




The Local Es, 08 de julho de 2018 



O chefe da agência da fronteira da União Europeia alertou neste domingo que a rota do Mediterrâneo ocidental, do Marrocos à Espanha, pode se transformar no próximo caminho-chave para migrantes que buscam chegar à Europa. 

Se você me perguntar qual é a minha maior preocupação atual, eu diria que a Espanha”, disse Fabrice Leggeri, chefe da Frontex, ao jornal Welt am Sonntag. 

Dados divulgados pela Organização Internacional para a Migração mostraram que os migrantes que chegavam à Espanha somavam 6.513 nos primeiros seis meses de 2017. 

Alemanha: 'Decapitando' a Liberdade de Imprensa?

Gatestone, 08 de julho de 2018 






  • Se o plano das autoridades era realmente o de censurar as notícias e abafar as informações sobre a decapitação, então o tiro saiu pela culatra. Devido às reportagens sobre a invasão, milhares de pessoas assistiram ao vídeo e centenas de milhares de pessoas ficaram sabendo da tentativa frustrada de censura.
  • O governo de Hamburgo continua se empenhando em esconder a decapitação. Entre outras coisas, eles (partido Alternativa para a Alemanha) queriam saber se o bebê foi decapitado. O governo, violando seus deveres constitucionais, se recusou a responder. Além disso o governo censurou as perguntas apagando frases inteiras.
  • Porque a decapitação deveria ser mantida em segredo, isso ninguém sabe. O que ficou claro é o quão facilmente as autoridades alemãs têm condições de censurar as notícias e punir os blogueiros que divulgam informações por eles consideradas inconvenientes. Eles têm um enorme arsenal de recursos legais à sua disposição. Não parece incomodá-los que a lei invocada neste caso estipule explicitamente que ela não será aplicada ao "relato de eventos atuais."


Em uma aparente tentativa de varrer para debaixo do tapete um duplo homicídio que ocorreu recentemente em Hamburgo, Alemanha, as autoridades censuraram o caso. Além disso elas invadiram os apartamentos de uma testemunha que gravou um vídeo onde relatava o assassinato e o de um blogueiro que postou o vídeo no YouTube.

O assassinato, estampado em manchetes mundo afora, ocorreu na manhã de 12 de abril. O criminoso, Mourtala Madou, de 33 anos, imigrante ilegal do Níger, esfaqueou a ex-namorada alemã, identificada como Sandra P. e a filha do casal de um ano de idade, Miriam, em uma estação de metrô de Hamburgo. A filha morreu no local, a mãe pouco depois no hospital. O filho dela de três anos testemunhou os assassinatos.

5 de jul de 2018

Califórnia – Casal por trás do horrível assassinato do seu bebê escaparão das acusações




Instituto Cristão, 05 de julho de 2018 



Um casal americano que admitiu ter matado brutalmente o seu bebê pode ser absolvido das acusações devido a uma brecha legal. 

Uma mulher grávida de sete meses e meio e seu namorado morando na Califórnia decidiram que não queriam manter a filha por nascer, e por isso decidiram matá-la. 

A lei pró-aborto do estado significa que é improvável que sejam processados. 

Evangelista pode pegar 2 anos de prisão por entregar panfletos com versículos a homossexuais





Gospel Notícias, 04 de julho de 2018 


Por Tiago Chagas


A simples distribuição de folhetos evangelísticos a homossexuais pode levar um cristão a ser condenado a dois anos de prisão sob acusação de “crime de ódio”, e sua esposa, que luta para arrecadar fundos para sua defesa nos tribunais, sofreu perseguição da plataforma de doações GoFundMe.

Bill Whatcott, 51 anos, é um cristão canadense que trabalhava como motorista de ônibus e decidiu entregar panfletos com versículos bíblicos durante a Parada Gay de Toronto, em 2016. Aproximadamente três mil pessoas alcançadas pela iniciativa do evangelista.

4 de jul de 2018

Eurodeputados internacionalistas pedem para o primeiro-ministro polonês render o país ao globalismo de Bruxelas




Euronews, 04 de julho de 2018 


Por Isabel Marques da Silva 


O primeiro-ministro da Polónia, Mateusz Morawiecki, voltou a defender a reforma do sistema judicial levada a cabo pelo seu governo ultraconservador, que é classificada como "violadora do Estado de direito" pelas instituições europeias.

Podem acusar-me de populismo, se quiserem, mas temos que responder às perguntas colocadas pelos cidadãos 

Mateusz Morawiecki
Primeiro-ministro, Polónia

Filipinas - Partido Comunista das Filipinas renova votos para tirar do poder o presidente socialista Rodrido Duterte




GMA, 04 de julho de 2018 


Por Virgil Lopez


Os rebeldes comunistas reafirmaram na quarta-feira o compromisso de remover o presidente Rodrigo Duterte do cargo, depreciando a suposta “política externa independente” do presidente-executivo, que visa reduzir a dependência dos Estados Unidos. 

O Partido Comunista das Filipinas (CPP) fez a declaração no 72° aniversário do Dia da Amizade Filipino-Americana no dia 04 de julho, que coincidiu com o 242º aniversário de independência americana do domínio britânico. 

De acordo com o CPP, a promessa de Duterte em 2016 de diminuir a dependência dos Estados Unidos, que antes criticavam sua guerra contra as drogas, não se traduziu em política. 

Filipinas – Prefeitos procuram Duterte para falar sobre a inserção de seus nomes na lista negra, a “narco-lista”




ABS, 04 de julho de 2018 



MANILA – Temendo por suas vidas, uma organização de prefeitos na quarta-feira disse que pediu um diálogo com o presidente Rodrigo Duterte sobre o assassinato de vários funcionários locais, incluindo alguns que ele tinha inserido em sua lista de envolvidos com o narcotráfico. 

O prefeito Antonio Halili, que foi nomeado na lista de autoridades de Duterte com supostas ligações com o narcotráfico, foi morto a tiros na segunda-feira durante uma cerimônia na cidade em plena luz do dia. Ele era o quarto prefeito na lista de envolvidos com o narcotráfico do presidente a ser morto a tiros desde 2016. 

3 de jul de 2018

Reino Unido proibirá terapias de reconversão sexual – prendendo as pessoas a um estilo de vida danoso




Notícias ao Minuto, 03 de julho de 2018 



O governo do Reino Unido pretende adotar um plano de ação em favor de pessoas LGBT, com medidas como o fim das chamadas "terapias de conversão de tendências homossexuais".   

A primeira-ministra britânica, Theresa May, prometeu que a iniciativa promoverá uma "mudança real e duradoura". "Ninguém deveria ter de esconder quem é ou quem ama", disse.   

O texto de 30 páginas contém uma série de compromissos, inclusive para melhorar a resposta da polícia a episódios de homicídio de homossexuais e transexuais. Além disso, prevê um maior suporte a estudantes e professores e melhorias nos serviços ligados à identidade de gênero para pessoas trans.  

Reino Unido: Escócia – “direitos trans serão o próximo passo em minha agenda progressista", declara Nicola Sturgeon




Instituto Cristão, 02 de julho de 2018 



Mudar a lei sobre o transexualismo é o “próximo passo” na “jornada progressista” após o casamento entre pessoas do mesmo sexo, disse a primeira-ministra da Escócia. 

Nicola Sturgeon estava falando ao site de notícias pró-homossexuais PinkNews sobre os seus planos para as questões LGBT após um evento para políticos e ativistas. 

Em novembro, o governo escocês apoiou um “sistema de autodeclaração” para pessoas que querem “mudar” o sexo legalmente, ao lançar uma consulta sobre a alteração da lei . 

2 de jul de 2018

México – Obrador é eleito presidente e se prepara para seu governo de extrema-esquerda em um narco-estado




Euronews, 02 de julho de 2018 


Por Nara Madeira 


Andres Manuel Lopez Obrador promete mudar o panorama geral no México. O candidato do Morena, Movimento Regeneração Nacional, uma coligação de esquerda, venceu as presidenciais mexicanas, sem surpresa. O presidente eleito diz-se pronto a abrir um novo capítulo na história do país:

"O novo projeto de Nação procurará estabelecer uma autêntica Democracia. Não apostamos na construção de uma Ditadura aberta nem encoberta. As mudanças serão profundas mas serão feitos de acordo com a lei", afirmou Obrador.

Pressão das feminazis pelo aborto e o processo da Comissão Europeia contra a Polônia




Euronews, 02 de julho de 2018 



Por Antonio Oliveira e Silva 



A Comissão Europeia abriu um procedimento de infração contra a Polónia por causa da reforma judicial levada a cabo pelo Governo ultraconservador do Partido Lei e Justiça.

Bruxelas considera que a reforma é um ataque ao poder judicial. A Polónia poderia perder o direito de voto na União Europeia.

Margaritis Schinas, porta-voz da Comissão, referiu a "falta de progressos e a iminente implementação do novo regime aplicável aos juizes do Supremo Tribunal."
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...