16 de mai de 2018

“Eu era drogada e sem-teto, mas escolhi a vida para meu bebê”: o testemunho que chocou o Canadá




Sempre Família, 16 de maio de 2018



Os canadenses realizaram a 21ª edição da Marcha pela Vida no país e lamentaram a legalização da prática, ocorrida há quase 50 anos pelo pai do atual primeiro-ministro.

Um testemunho comovente marcou a Marcha Nacional pela Vida que ocorreu em Ottawa, a capital do Canadá, na última quinta-feira (10/05). “Eu tinha uma dependência severa de álcool, cocaína e medicamentos tarja-preta”, contou Felicia Simard ao público reunido para a manifestação – mais de 15 mil pessoas. “Para piorar, era sem-teto”. Ainda assim, ela de forma surpreendente encontrou forças para levar adiante uma gravidez, optando pela vida.



Coragem, ousadia, audácia – essas não são palavras com as quais eu me definiria antes do nascimento do meu pequeno humaninho”, disse ela. “Eu descobri que essa vida estava sendo sustentada dentro de mim no mesmo momento em que sustentar a minha própria vida parecia inimaginável e distante”.


Foi aí que a coragem, a ousadia e a audácia surgiram de dentro de Felicia. “‘Coragem’ era me inscrever em um refúgio como a Wings Maternity Home, ainda que distante, e ter atendimento prioritário sobre outras 35 garotas que estavam em uma lista de espera”, disse ela. “‘Ousadia’ era deixar de lado hábitos que eu tinha desde os 11 anos de idade: beber demais, fumar cigarros e outras misturas de venenos”,

“‘Audácia’ era olhar no espelho e finalmente encarar a mim mesma e às minhas desordens pós-traumáticas. Eu tinha várias: minha mãe usava crack durante a gestação, eu sobrevivi a incestos, a minha família foi baleada, fui inscrita no programa de proteção a testemunhas e vivi relacionamentos abusivos que me deixaram até algemada ao corrimão de um porão”, relatou. “O trauma era o meu ‘normal’”.

E por isso, a cada mulher que esteja enfrentando uma gravidez não planejada, eu encorajo a fazer uma escolha com a qual vocês dois possam viver”, disse Felicia, que hoje colabora com a ONG Choice42 (pronuncia-se “choice for two”, “escolha pelos dois”, em tradução livre). “Você não é uma estatística em ascensão nem aquilo que a sociedade diz que você vai se tornar. Você é forte o suficiente para escolher a vida”.

O aborto foi legalizado no Canadá em 1969 pelo governo do então primeiro-ministro Pierre Trudeau, pai do atual chefe de governo Justin Trudeau. A marcha acontece todo mês de maio há 21 anos, quando a fundadora da Marcha pela Vida dos EUA, Nellie Gray, encorajou James Hughes, presidente da Campaign Life Coalition, a realizar uma versão canadense do evento.


Com informações de Life Site News e Catholic News Agency.

Artigos recomendados: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...