26 de fev de 2018

Guarda costeira da Argentina dispara contra navio pesqueiro chinês e persegue-o por oito horas

Uma embarcação da guarda costeira da Argentina a três mil quilômetros de Buenos Aires em 27 de janeiro de 2011




Epoch Times, 26 de fevereiro de 2018. 






O pessoal militar de um navio da Guarda Costeira da Argentina disparou contra um barco chinês que pescava ilegalmente em suas águas e prosseguiu numa perseguição de oito horas enquanto o navio fugia para águas internacionais, informou o Daily Mail.

Não foram relatados feridos e nenhum pescador foi detido.


A Guarda Costeira da Argentina engajou-se com o navio pesqueiro chinês “Jing Yuan 626” enquanto este pescava na zona econômica exclusiva da Argentina na quinta-feira, 22 de fevereiro, de acordo com uma declaração da Prefeitura Naval Argentina.

Pouco antes do incidente, quatro barcos com bandeira chinesa tentaram chocar-se contra barcos da Guarda Costeira da Argentina. A embaixada chinesa não respondeu aos pedidos de comentários.

A Guarda Costeira decidiu “usar uma metralhadora e disparos de canhão para impedir a capacidade de navegação do navio”.

Num vídeo divulgado no sábado, um oficial argentino pode ser ouvido avisando o navio chinês antes que os tiros fossem disparados.

“Você é responsável pela segurança de sua tripulação e de seu navio. Você está prestes a receber fogo direto na proa de sua embarcação”, advertiu o oficial.

Quando não houve qualquer resposta do navio chinês, o oficial argentino ordenou o disparo.

“Proa, ponte de comando. Estamos preparados?”, diz o oficial. “Tudo bem, dispare um tiro na proa do barco na linha da água.”


Artigos recomendados: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...