28 de jul de 2017

Moscovo reage a sanções dos EUA




Euronews, 28 de julho de 2017 



Por Nara Madeira 



A Rússia diz que as ações dos EUA contra si violam o Direito Internacional. A Câmara dos Representantes dos EUA aprovou na quarta-feira, quase por unanimidade, mais sanções económicas contra o país. Em conferência de imprensa, na Finlândia, onde está em visita oficial, e ao lado do chefe de Estado do país, Vladimir Putin deixou clara a sua posição:

Temos vindo a ser provocados este tempo todo. As sanções são totalmente contrárias ao Direito Internacional. Ainda mantemos a calma e a paciência. Mas a qualquer momento teremos de responder. É impossível manter a paciência, indefinidamente”, afirmou Putin.



O presidente russo afirmou ainda que parece que os EUA estão a usar as suas “vantagens geopolíticas para proteger os seus interesses económicos às custas dos seus aliados."

O ministério dos Negócios Estrangeiros russo anunciou, entretanto, que vai reduzir a presença diplomática dos EUA no país, em resposta às últimas sanções impostas por Washington.

Artigos recomendados: 



Nenhum comentário:

Postar um comentário