5 de jul de 2017

Alemanha – Três sírios são julgados por suposta conspiração para bombardear o Centro de Dusseldorf





The Local De, 05 de julho de 2017 



Três supostos jihadistas sírios foram julgados na Alemanha nessa quarta-feira acusados de conspirarem para cometer atentados suicidas coordenados e tiroteios na cidade ocidental de Dusseldorf. 

Os três réus, identificados apenas como Saleh A. E Mahood B., ambos de 25 anos e Hamza C., de 27 anos de idade, estavam no banco dos réus acusados de pertencer  ao grupo terrorista Estado Islâmico e de planejar ataques no Centro histórico de Dusseldorf em 2016. 

Acredita-se que os acusados tenham conspirado para que dois homens-bomba detonassem coletes explosivos e depois abrissem fogo contra os pedestres com rifles automáticos”, afirmou o tribunal de Dusseldorf em um comunicado.  


O caso veio à tona quando Saleh A foi a uma estação de polícia em Paris em fevereiro do ano passado e disse aos oficiais que ele tinha “uma certa quantidade de informações sobre uma célula terrorista adormecida que estava pronta para atacar na Alemanha”. 

Ele havia sido registrado como requerente de asilo na região de Dusseldorf em 2013 e a Alemanha solicitou a extradição da França depois que ele se entregou. 

As autoridades alemãs acreditam que Saleh A e Hamza C se juntaram ao Estado Islâmico no início de 2014 na Síria. 

Eles atravessaram a Síria para a Turquia em maio de 2014. A partir daí, eles viajaram separadamente em março e julho de 2015 pela Grécia até a Alemanha

Os promotores disseram que a dupla planejou financiar o ataque vendendo de um vídeo ao Vaticano como a prova de vida e integridade física de um sacerdote sequestrado pelo Estado Islâmico na Síria. 

A Alemanha desde 2015 viu um afluxo de mais de um milhão de 'imigrantes'  e 'refugiados' que viajaram principalmente por terra, a maioria via países como a Turquia, Grécia e também dos Bálcãs, para buscar asilo na maior economia da Europa [a Alemanha]

Ela sofreu uma série de ataques reivindicados pelo Estado Islâmico, incluindo um ataque por um requerente de asilo tunisiano que passou com um caminhão por cima de uma multidão de pessoas em dezembro passado em um mercado de Natal lotado em Berlim, matando 12 pessoas. 

O julgamento de Dusseldorf está programado para durar pelo menos até dezembro. 

Artigos recomendados: 



Nenhum comentário:

Postar um comentário