23 de jun de 2017

Justin Trudeau cobrado para resolver a questão da soltura de um pastor canadense preso na Coreia do Norte

Senadora canadense Yonah Martin e o pastor Jason Noh 



Toronto Sun, 22 de junho de 2017 






Parece haver tempo de sobra para o primeiro-ministro Justin Trudeau ir a casamentos, festas de graduação, participar de encontros com partidos políticos, bem como às vezes surfar, fazer caiaque, andar de bicicleta e fazer alpinismo. 

Porém, ele pode sim arrumar um minuto para falar com o ditador da Coreia do Norte para conversar sobre o encarcerado reverendo canadense Hyeon Soo Lim. 

Uma senadora canadense, uma família aterrorizada e toda uma congregação da igreja Presbiteriana da Luz Coreana de 3.000 pessoas em Mississauga ainda têm esperanças 

É com urgência que exorto o primeiro-ministro Justin Trudeau a apelar diretamente ao 'presidente' Kim Jong-un da República Popular Democrática da Coreia pela libertação imediata e o retorno seguro e humanitário do reverendo canadense. Hyeon Soo Lim, que foi chocantemente e arbitrariamente detido”, disse a senadora conservadora Yonah Martin. 

Temendo que “o tempo esteja acabando”, ela está convidando Trudeau a sair das sombras para usar sua influência para se aproximar do seu camarada na Coreia do Norte pela libertação do reverendo. [ênfase minha]

Ele precisa fazer isso antes que seja tarde demais”, disse Martin, sobre o amigo de 63 anos encarcerado, que residia em Seul antes de vir para o Canadá quando criança. 

Ela também “apelou fortemente” ao “presidente Kim Jong-un e à RPDC para ter piedade do reverendo Lim e absolvê-lo de sua sentença de prisão perpétua” e “libertá-lo por razões humanitárias para que possa voltar ao Canadá e se reunir com os seus entes queridos, que incluem sua esposa filho e uma neta nova”. 

Preso em 2015 enquanto fazia trabalho humanitário, o doutor Charles McVety, do Christian College, afirmou que Lim “fez maravilhosamente centenas de esforços humanitários na Coreia do Norte por 20 anos” quando se tratou de esforços humanitários lá. 

O estado de saúde de Lim é preocupante à luz do que aconteceu com o americano de 22 anos que morreu dias depois de ser libertado após ter sido mantido 17 meses em uma prisão na Coreia do Norte por roubar um cartaz. 

Estamos extremamente preocupados com a falta de saúde do reverendo Lim. Ele passou a ir e voltar do campo de trabalhos forçados ao hospital por causa da deterioração de sua saúde”, disse Martin. “Nós sabemos que ele perdeu muito peso, e precisa de medicação por ter pressão alta além de úlcera”. 

"Sabemos também que ele é forçado a cavar buracos e levantar pedras como parte da difícil sentença de trabalhos forçados. Se você também se preocupa com o caso do reverendo, então junte-se à igreja no dia 29 de junho na Mel Lastman Square das 6-8 horas para um culto de oração." 

A porta-voz da família, Lisa Pak e o Pastor Jason Noh, disseram que viajarão com Martin,  para Pyongyang para avaliar a situação de Lim, de preferência para levá-lo para casa. 
Já se passou tempo suficiente falando nos bastidores sem haver desenvolvimentos”, disse Pak. “Isso precisa acontecer agora”. 

Trudeau é o único canadense que pode fazer isso acontecer. 

Já é hora”, disse Martin. “É tempo para o primeiro-ministro Trudeau agir, e é dever do seu governo falar mais publicamente e com firmeza”. 

Ele não falou sobre isso nessa quinta-feira. Minhas chamadas para o PMO foram encaminhadas para o departamento de Assuntos Globais e a senadora Martin diz que não conseguiu contatar a ministra das Relações Exteriores Chrystia Freeland. 

Eu sei que estas pessoas são ocupadas”, disse Martin 

Isso é verdade. Verifiquei as contas de Trudeau e de Freeland no Twitter na quinta-feira, pensando que talvez tivessem mencionado sua preocupação com Lim. 

E nada. 

Espero que Trudeau e sua equipe encontrem um minuto para ajudar um colega canadense que sofre em dificuldades em uma prisão na Coreia do Norte pela simples razão de ajudar pessoas famintas naquele país, tal agora como ele. 

Artigos recomendados: 


Nenhum comentário:

Postar um comentário