9 de jun de 2017

Austrália – “Estavam ensinando as crianças que o Islã deve substituir o governo,” disse uma professora de Sydney




Yahoo7 News AU, 08 de junho de 2017. 



Uma professora da NSW reuniu-se com o Ministro da Educação do Estado depois de alegar que os alunos da escola estão sendo ensinados que o governo deve ser substituído pelo islamismo. 

A senhorita A, que afirma ter dado aula na Punchbowl Public School, reuniu-se com o ministro da Educação do Estado, Rob Stokes, para falar sobre estudantes de até cinco anos de idade que estão sendo radicalizados

Além disso, ela alegou que os estudantes de até 10 anos estavam se tornando violentos e ameaçando decapitá-la. 



Eles podem se tornar bastante violentos, bastante agressivos em relação aos professores e uns aos outros”, disse ela. 

Você não sabe exatamente o que pode provocá-los”. 

A senhorita A deu o material ao ministro, o qual ela alega ter sido obrigada a ler de um a dois anos aos estudantes no Colégio Islâmico de Bellfield. 

Os piores inimigos da humanidade? O Secularismo, que divide os papéis religiosos e políticos e o nacionalismo”, leu ela, supostamente um tema de leitura. 

A paz, a estabilidade e a justiça só podem ser alcançadas através do estabelecimento  do Islã e do domínio dos imames divinamente designados... e nada além disso”, leu outro suposto ensino. 

Ela alega que relatou as ameaças dos alunos, mas foi lhe dito para “aguentar firme”  porque a escola aceita tacitamente o dogma islâmico e as críticas "islamofóbicas”. 

O ministro Stokes disse que está revisando as informações que recebeu. 

Artigos recomendados: 



Nenhum comentário:

Postar um comentário