24 de mai de 2017

Pai do terrorista pertenceu a grupo ligado à Al-Qaeda, mas alega inocência do filho




Notícias ao Minuto, 24 de maio de 2017. 



Ramadan Abedi afirma que o filho é “inocente”.

O pai do autor do ataque bombista em Manchester já pertenceu a um grupo ligado à Al-Qaeda, revelou à Associated Press um antigo membro das forças de segurança líbias.

Segundo Abdel-Basit Haroun, Ramadan Abedi pertenceu, nos anos 90, a um grupo armado líbio com ligações à organização terrorista.


A agência noticiosa refere que o grupo LIFG foi dissolvido, mas que o pai de Salman Abedi continuou a pertencer a um movimento salafista ortodoxo conservador dentro do islamismo sunita.



Em declarações à Associated Press, Ramadan Abedi afirmou que considera o filho “inocente”.



Não acreditamos em matar inocentes. Nós não somos assim”, afirmou.

Depois de irmão, pai de bombista de Manchester é detido na Líbia

Atualização [15:45]


Ramadan Abedi, pai de Salman Abedi, foi detido em Tripoli, na Líbia, de acordo com a Reuters. Esta notícia surge pouco depois de saber que o irmão mais novo tinha sido detido ontem.

O pai do autor do atentado em Manchester, Ramadan Abedi, foi hoje preso na Líbia, informaram fontes de segurança em Tripoli. Já esta quarta-feira tinha sido anunciada a detenção do irmão mais novo do suspeito, Hashem Abedi, que aconteceu ontem à noite, por suspeitas de ligação ao autoproclamado Estado Islâmico.

O pai do alegado bombista tinha referido previamente à agência noticiosa Associated Press (AP) que um seu outro filho, Ismail, estava também sob prisão desde terça-feira na Inglaterra. As forças de segurança britânicas têm sob custódia policial outros três homens.

O atentado foi perpetrado na segunda-feira quando um homem se fez explodir junto a uma das saídas da Manchester Arena, onde estava a terminar um concerto da cantora 'pop' norte-americana Ariana Grande, a que assistiam muitas crianças e jovens.

Vinte e duas pessoas morreram, além do atacante, e 64 ficaram feridas, 20 em estado crítico, no atentado reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico.

Salman Abedi, de 22 anos, britânico nascido em Manchester de país líbios, foi identificado pela polícia como autor do atentado.

Artigos recomendados: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário