31 de mai de 2017

Mulher Maravilha banida do Líbano... porque a atriz é israelita

Gal Gadot


DN, 31 de março de 2017. 



Novo filme da DC Comics foi proibido com o argumento da nacionalidade de Gal Gadot

O Líbano baniu o novo filme Mulher Maravilha / Wonder Woman dos cinemas porque a atriz principal, Gal Gadot, é israelita.

A decisão, assinada pelo ministro da Economia, foi justificada com o facto de o Líbano estar formalmente em guerra com Israel.

O filme Mulher Maravilha estava já a ser promovido naquele país e tinha data de estreia oficial. A rede Grand Cinemas utilizou a rede Twitter para informar da proibição.




Segundo o jornal britânico The Guardian, o filme passara já sem problemas pelo departamento de classificação etária dos filmes. No entanto, uma campanha para boicotar o filme pressionou o governo no sentido de o proibir, descrevendo-o como "o filme do soldado israelita".

Gal Gadot tem treino militar israelita, além de ter sido eleita Miss Israel aos 18 anos.

O filme Mulher Maravilha, realizado por Patty Jenkins, é a adaptação para o grande ecrã da personagem da banda desenhada publicada pela DC Comics.

Artigos recomendados: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário