2 de mai de 2017

Erdogan: "Turquia dirá adeus à UE se negociações não avançarem"




Euronews, 02 de maio de 2017. 



O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou que o país dirá “adeus” à União Europeia caso não ocorram avanços nas negociações para a adesão da Turquia ao bloco europeu. A garantia foi dada por Erdogan no dia em que reintegrou o Partido da Justiça e do Desenvolvimento…que tinha abandonado quando foi eleito presidente, em 2014.

A partir de agora não há outra opção a não ser abrir novos capítulos que ainda não foram abertos. Se isso não acontecer, adeus. A Europa deve manter as suas promessas. Podemos sentar-nos para discutir. Caso contrário, mão teremos mais nada a falar”, afirmou Erdogan.



Uma mensagem mais direta que o habitual, numa altura em que Erdogan começa a aplicar parte da revisão constitucional aprovada no referendo a 16 de abril. O presidente passa então a poder integrar um partido político.

A maioria das restantes mudanças só devem entrar em vigor em 2019.

Ao reintegrar o AKP, Erdogan deve disputar a presidência do partido num congresso extraordinário a 21 de maio.

Artigos recomendados: 



Nenhum comentário:

Postar um comentário