26 de abr de 2017

Tribunal sueco condena três homens muçulmanos por estupro gravado ao vivo pelo Facebook



RedIce, 25 de abril de 2017. 



Por Mundilfury



De acordo com um documento do tribunal distrital de Uppsala, os dois indivíduos condenados por estupro no caso discutido abaixo são Maysam Afshar e Reza Mohammed Ahmadi. O terceiro homem, acusado de não relatar o crime e por transmiti-lo é chamado de Emil Khodagholi. Os três homens são estrangeiros: Afshar e Ahmadi são muçulmanos afegãos. Enquanto Khodagholi é armênio. Vale a pena notar a indulgência abjeta das sentenças. A natureza horrível do próprio crime e a falta de vontade de alguns meios de comunicação de publicar os nomes dos agressores. 



Um tribunal sueco condenou três homens nessa terça-feira por até dois anos e meio de prisão pelo estupro de uma mulher, que foi transmitido ao vivo pelo Facebook.

A violação, que chocou a Suécia, ocorreu no início deste ano na cidade de Uppsala, cerca de 80 quilômetros (50 milhas) ao norte de Estocolmo. Os espectadores da transmissão ao vivo alertaram a polícia que estava havendo um ataque sexual em um apartamento na cidade onde foram detidos os homens.

Dois dos homens foram condenados por estupro e o terceiro recebeu uma pena de seis meses, por não ter denunciado o crime e por ter filmado e transmitido-o. O tribunal não detalhou quais as suas idades, mas disse que nasceram entre 1992 e 1998.

Os homens haviam negado as acusações, dizendo que a mulher tinha dado consentimento para ter relações sexuais com eles. No entanto, o tribunal disse que a mulher tinha sido fortemente intoxicada por álcool e drogas e estava em uma situação vulnerável.

Não é possível que uma pessoa nessa situação dê consentimento. Por isso devem ser responsabilizados pela violação”, disse Nils Palbrant, presidente do tribunal distrital de Uppsala.

A transmissão e o vídeo são as questões mais recentes que trazem foco sobre as complexas questões éticas e políticas enfrentadas pelo Facebook Live e outros.

O Facebook Live permite que qualquer pessoa transmita um vídeo diretamente do seu smartphone. Mas enquanto as emissoras de TV tradicionais estão sujeitas a regulamentações, os serviços de streaming da Internet não enfrentam as mesmas restrições e impõem os seus próprios termos de serviço. 

Artigos recomendados: 



Nenhum comentário:

Postar um comentário