3 de abr de 2017

Alemanha – islamita condenado a prisão perpétua por tentar bombardear a estação de trem em Bonn




The Local De, 03 de abril de 2017.



Um tribunal alemão condenou nessa segunda-feira à prisão perpétua um militante islâmico que planejou um atentando com bomba falhado em uma estação ferroviária e a ele foi atribuída pena de prisão assim como para outros três extremistas. 

Marco Gabel, de 29 anos, cidadão alemão, colocou uma bomba de fabricação caseira em uma bolsa esportiva e a deixou na principal estação ferroviária de Bonn, capital da antiga Alemanha Ocidental, em dezembro de 2012. 

A bomba não foi ativada, mas sua descoberta provocou um alerta de terrorismo que causou o caos na estação duas semanas antes do Natal. 


Gabel e outros três também foram considerados culpados de formar uma organização terrorista e de conspirar para atacar o líder do grupo anti-imigrante Pro-NRW no estado de Renânia-Vestfália do Norte, em março de 2013. 

Os quatro militantes ficaram furiosos depois que o grupo de extrema-direitaorganizou um protesto anti-islâmico nas ruas e exibiram caricaturas do profeta Maomé do lado de fora de uma mesquita local. 

Dois dos outros réus, um turco alemão Koray Durmaz, de 28 anos e Enea Buzo, de 46 receberam 12 anos de pena de prisão, enquanto ao alemão Tayfun Sevim, de 27, foi dada uma pena de prisão de nove anos e meio. 

O juiz Frank Schreiber proferiu as sentenças em um tribunal de alta segurança na cidade de Dusseldorf, no oeste do país, depois de um julgamento de dois anos e meio, que contou com o testemunho de 27 especialistas e de 157 testemunhas. 

Artigos recomendados: 


Nenhum comentário:

Postar um comentário