14 de mar de 2017

França: François Fillon colocado sob investigação judicial insiste em como não cometeu qualquer crime







Euronews, 14 de março de 2017. 


O candidato presidencial francês de centro-direita, François Fillon, foi indiciado formalmente pelas autoridades esta terça-feira.

Reagindo à convocatória dos juízes, François Fillon leu uma declaração na qual refuta as acusações de que é alvo reafirmando não ter cometido qualquer ilegalidade.

Fillon é acusado de peculato e apropriação de fundos públicos num caso em que os principais beneficiários terão sido a mulher, Penelope, a filha Marie e o filho Charles, todos acusados de terem recebido milhares de euros em pagamento por trabalhos que podem não ter sido feitos.



No início de março o candidato presidencial declarou que apenas uma investigação formal poderia impedir a sua candidatura.

Existe apenas uma situação que me pode impedir de ser candidato. Ver a minha honra afetada caso seja colocado sob investigação”, disse o candidato de centro-direita durante uma entrevista em finais de janeiro.

A lei francesa estabelece que a instauração de uma investigação formal significa que existem provas consistentes que apontam para o provável envolvimento de um suspeito num ato criminoso.

Ainda de acordo com a legislação francesa, caso Fillon vença as eleições a investigação seria suspensa durante o mandato.

Artigos recomendados: 



Nenhum comentário:

Postar um comentário