22 de mar de 2017

Atentado em Londres: dois mortos. Ainda há um terrorista em fuga




DN, 22 de março de 2017. 



Dois terroristas capturados. Um polícia e uma mulher morreram

Pelo menos uma pessoa morreu e várias ficaram feridas na ponte de Westminster, perto do Parlamento britânico, em Londres, esta quarta-feira, após o condutor de um automóvel ter acelerado para cima dos transeuntes Na mesma altura, tiros foram disparados do lado de fora do palácio do parlamento e o edifício foi encerrado.

Um polícia foi esfaqueado nesta zona e acabou por morrer. Uma mulher que fora atropelada também perdeu a vida, na ponte de Westminster.


Dois terroristas foram capturados na ponte de Westminster, segundo o The Guardian. No entanto, a Reuters e a BBC dão conta de que ainda há um terceiro suspeito em fuga.

Do lado de fora do Palácio de Westminster, um homem esfaqueou um polícia, que acabou por morrer no local, e foi baleado pelas autoridades enquanto tentava entrar no parlamento, segundo declarações de David Lidington, líder da Câmara dos Comuns.

Uma mulher que terá caído da ponte (ou se terá atirado fugindo do ataque, não é claro exatamente o que aconteceu) foi a meio da tarde retirada do Rio Tamisa. Segundo os media britânicos, está viva mas ferida.


A polícia informou que incidente está a ser tratado como um ato terrorista. O comandante da polícia BJ Harrington afirmou que o número total de vítomas não foi ainda possível confirmar. "A esta altura não podemos confirmar o número ou a natureza dos ferimentos" das vítimas, continuou, garantindo que está em curso uma grande investigação antiterrorismo.

No dia em que os atentados terroristas em Bruxelas fazem um ano, o governo britânico afirmou que não há indicação de que o nível de alerta de atentado terrorista no Reino Unido seja aumentado, segundo a BBC. O Reino Unido está no segundo nível máximo de alerta desde 2014, o que quer dizer que um ataque é "altamente provável".


O serviço de ambulâncias de Londres informou que foram atendidos pelo menos 10 feridos na ponte.

Entre os feridos estão três estudantes franceses, de 15 e 16 anos, como confirmou o primeiro-ministro francês Bernard Cazeneuve pelo Twitter. Testemunhas dizem que havia um grupo de estudantes franceses na ponte, segundo o The Guardian.

Divulgadas imagens de um dos atacantes de Londres



Artigos recomendados: 


Nenhum comentário:

Postar um comentário