23 de jan de 2017

Suécia – gangue de imigrantes transmitem estupro de uma jovem ao vivo no Facebook




Speisa, 22-23 de janeiro de 2017. 



SUÉCIA – Três homens em Uppsala foram presos por suspeita de estupro depois de terem violado uma jovem e transmitido o vídeo ao vivo no Facebook, assim como avisaram que aconteceria quando o Facebook lançasse o recurso [de vídeo]

A prisão foi feita durante uma ação policial pouco depois das nove horas da manhã. 

Foram presos entre 9:15hs. O alerta chegou às 8:24hs", diz o oficial de polícia de Uppsala, Ivan Aslund, à fonte de notícias sueca Fria Tider


Em retrospecto, os homens acusados de violação sexual são identificados como sendo do Oriente Médio. A violação foi realizada em um endereço em Uppsala, e os homens se filmaram e transmitiram o ataque ao vivo via Facebook. 

De acordo com uma pessoa que viu a transmissão ao vivo, a mulher que foi estuprada parecia “completamente intoxicada” e parecia “completamente morta”, enquanto um dos homens a molestava. Várias pessoas alertaram a polícia quando viram o vídeo. 

A transmissão ao vivo no Facebook não foi interrompida até que a polícia invadiu a sala onde estavam a mulher e os homens. Os homens serão agora interrogados pela polícia. 

Antes que os promotores possam tomar uma decisão, os policiais têm de documentar tudo, fazer uma queixa, escrever observações e conduzir depoimentos com aqueles que têm algo a dizer. Uma vez que isso for feito, então eles vão apresenta-lo ao promotor, e é por isso que leva tempo”, diz Aslund. 

Ele é muito sigiloso sobre a investigação e não disse nada sobre a violação que foi transmitida ao vivo para o mundo todo via Facebook da nova Suécia. 

A última parte da transmissão mostra a polícia invadindo o apartamento e prendendo os estupradores. 



Artigos recomendados: 



Nenhum comentário:

Postar um comentário