12 de jan de 2017

Maior mobilização de tropas americanas e da OTAN na Polónia desde o fim da Guerra Fria




Euronews, 12 de janeiro de 2017. 



É a maior mobilização de tropas americanas para a fronteira leste da NATO desde o fim da Guerra Fria. Cerca de quatro mil militares e 2.800 veículos começaram a chegar à localidade polaca de Drwsko Pomorskie vindas da Alemanha.

O contingente americano vai participar em manobras da Aliança Atlântica na Polónia, durante um mês. Em seguida regressa à Alemanha para depois partir para a Roménia.




De acordo com o Tenente-General Tim Ray do Comando Europeu dos Estados Unidos, as manobras “fazem parte do esforço para impedir uma agressão russa, assegurar a integridade territorial dos aliados e manter a Europa livre, próspera e em paz”.

Moscovo critica a mobilização que vê como uma ameaça à soberania da Rússia.




O reforço das tropas da NATO junto à fronteira polaca inquieta Moscovo que considerou hoje a mobilização militar como uma ameaça à segurança do país.

O Kremlin condenou a chegada a território polaco de um contingente que deverá reunir nas próximas semanas cerca de 3 mil militares e oitenta tanques norte-americanos, em Zagan, no oeste do país.

Trata-se da maior operação militar no leste da Europa desde a guerra fria, decidida pela NATO após a anexação da Crimeia pela Rússia.


Um gesto de provocação para a porta-voz da diplomacia russa, Maria Zakharova:

Consideramos estas ações como um novo exemplo de uma atitude militar provocatória junto das fronteiras russas no quadro da política de contenção. É óbvio que estes esforços e esta mobilização na Europa representam uma tentativa da administração cessante de Barack Obama de complicar o mais possível as relações bilaterais”.

A operação militar batizada “Atlantic Resolve”, que inclui igualmente a mobilização de quatro batalhões multinacionais da NATO, deverá permitir também reforçar a presença militar nas fronteiras da Lituânia, Letónia, Estónia, Hungria, Roménia e Bulgária.

Artigos recomendados: 



Nenhum comentário:

Postar um comentário