3 de jan de 2017

Colômbia: ONU considera bailarico "inapropriado" - guerrilheiros e funcionários da ONU dançando




TSF, 03 de janeiro de 2017. 



Por Rui Tukayana



Passagem de ano sem bailarico não é maneira de se celebrar o ano novo. Nem entre observadores da ONU e guerrilheiros da FARC.

A chefia da missão das Nações Unidas diz que o "comportamento é inapropriado e não reflete os valores de profissionalismo e imparcialidade da missão das Nações Unidas na Colômbia". "Vão ser tomadas medidas", diz ainda a organização que não revela, contudo, que medidas serão essas.

Em causa, o comportamento de dois observadores na noite de fim de ano. A bebida, o calor e os ritmos "calientes" da música vallenata convidavam e os corpos, sem conseguir resistir ao apelo, gingavam.


No vídeo gravado pela agência EFE aparecem vários pares a dançar bem juntinho. Pelo menos dois deles incluem pessoas com coletes da ONU.

Dois homens que dançam de corpo colado a duas guerrilheiras.


As imagens foram obtidas num acampamento das FARC. Um local que funciona como uma espécie de zona tampão. Trata-se de um dos pontos do país onde se devem reagrupar os guerrilheiros antes de entregarem as armas e desmobilizarem.

Os observadores da ONU estão encarregues de vigiar o cumprimento do cessar-fogo. Um acordo assinado em agosto do ano passado e que até agora foi capaz de pôr fim mais de meio século de conflito armado na Colômbia.

Trinta e um de dezembro chegou a ser a data limite para todos os guerrilheiros depositarem as armas, mas problemas logísticos obrigaram ao adiamento por seis meses desse prazo.

Artigos recomendados: 



Nenhum comentário:

Postar um comentário